Vendas de PC caem 7,7% a nível mundial

As vendas de computadores (PC) a nível mundial caíram 7,7% para 73,7 milhões de unidades no terceiro trimestre de 2015 face ao terceiro trimestre do ano anterior. De acordo com os dados preliminares da Gartner, as vendas de PC tradicionais continuam a diminuir a um ritmo próximo dos dois dígitos, enquanto o segmento que congrega […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

As vendas de computadores (PC) a nível mundial caíram 7,7% para 73,7 milhões de unidades no terceiro trimestre de 2015 face ao terceiro trimestre do ano anterior.

De acordo com os dados preliminares da Gartner, as vendas de PC tradicionais continuam a diminuir a um ritmo próximo dos dois dígitos, enquanto o segmento que congrega os notebook e os ultramobile premium (como o MacBook Air e o Microsoft Surface Pro) apresentam uma quebra mais ligeira.

“Os preços dos computadores pessoais têm vindo a aumentar à volta dos 10% no último ano, devido à valorização acentuada do dólar face a outras moedas. No terceiro trimestre, esta continuou a ser o principal motivo para a redução da procura fora dos EUA”, explica Mikako Kitagawa, analista principal na Gartner. A valorização do dólar tem tido impacto em regiões como a EMEA, o Japão e a América Latina que apresentaram quebras de vendas acentuadas. Nas regiões da Ásia Pacífico e dos EUA o mercado apresentou-se mais estável, acrescenta o analista.

O Windows 10 foi lançado no terceiro trimestre de 2015, mas ainda não teve impacto significativo nas vendas do trimestre. Os analistas do Gartner que o lançamento do novo Windows se refletiu mais na atualização de máquinas do que na compra de novos equipamentos. As vendas do Windows 10 deverão contribuir para acentuar as vendas na época de Natal.

Apesar da quera do mercado no terceiro trimestre, o Gartner assinala um dado motivador: “50% dos consumidores têm intenções de comprar um PC nos próximos 12 meses, em comparação com os 21% que têm a intenção de comprar tablets”.

Kitagawa refere que “esta mudança nas preferências dos consumidores é já observável nos dados preliminares, uma vez que se registou um crescimento nas vendas de notebooks e ultramobile premium”. O responsável antecipa uma ligeira recuperação do mercado a partir do corrente trimestre, com os novos equipamentos Windows 10. Entretanto os fabricantes de PC devem ajustar as configurações para dos equipamentos para 2016 que já não deverão sofre um impacto dos aumentos dos preços em 2015. “As condições de mercado deverão ser mais estáveis no próximo ano”, refere Kitagawa.

Lenovo lidera vendas mundiais

As vendas mundiais de PC continuam a ser lideradas pela Lenovo, cuja quota de mercado aumentou para 20,3%, apesar da quebra de 4% nas vendas no trimestre.

gartner1_web

A HP mantém a segunda posição no mercado mundial de PC e, tal como a Lenovo, registou um aumento de quota de mercado, devido especialmente ao comportamento dos mercados da Ásia/Pacífico e dos EUA. As vendas da Dell (3º maior fabricante) mantiveram-se face ao ano anterior, apesar da quebra no Japão.

HP domina região EMEA

Na região da Europa Médio Oriente e África venderam-se 20 milhões de unidades, no terceiro trimestre, uma quebra de 17,4% face a igual período do ano anterior.

“A desvalorização da moeda e o aumento dos preços dos PC contribuiu para a quebra de dois dígitos nas vendas na EMEA”, de acordo com Ranjit Atwal, analista da Gartner. “Há um ano, três regiões apresentaram um crescimento de 21% devido à promoção Bing da Microsoft, enquanto no terceiro trimestre de 2015, todas as regiões EMEA apresentaram quebras significativas.

Os equipamentos Windows 10 também não tiveram impacto nas vendas de PC no terceiro trimestre de 2015. Os analistas do Gartner esperam que as vendas dos dispositivos Windows 10 melhorem no quarto trimestre de 2015.

No terceiro trimestre de 2015, a HP manteve a liderança na região, apesar das quebras de vendas de desktops e portáteis. No geral, as vendas de desktops continuaram fracas enquanto se registou um abrandamento nas aquisições de PC.

gartner2_web

OJE

Recomendadas

Saídas de capital do Credit Suisse quase estancadas e já se nota regresso de depositantes de elevado património

O banco deverá ter perdido cerca de 10% dos fundos depositados na operação de gestão de ativos, devido a desconfianças dos clientes relativamente à solvabilidade da instituição.

EDP procura startups mais inovadoras na área da energia

Elétrica lança a 7ª edição do Free Electrons em busca de startups inovadoras. Candidaturas decorrem até 28 de janeiro.

Mitos que bloqueiam progressão feminina e dificultam diversidade de género nas empresas

Relatório da Mazars e Gender Balance Observatory desmistifica mitos em contexto laboral, entre os quais a falta de ambição e a aversão ao risco entre as mulheres, a questão da maternidade ou das quotas e a meritocracia.