Vendas no comércio a retalho aceleraram para 9,9% em novembro de 2021

A evolução do índice foi determinada principalmente pelo agrupamento de produtos não alimentares que passou para uma variação de 14,0% em novembro quando em outubro era de 4,4%.

Flickr

O Instituto Nacional de Estatísticas (INE) apontou que o índice de volume de negócios no comércio a retalho registou uma variação homóloga de 9,9% em novembro, o que representa um crescimento de 6,6 pontos percentuais (p.p) em comparação ao mês de outubro.

Segundo o INE a “evolução do índice agregado foi determinada principalmente pelo agrupamento de produtos não alimentares, que passou de uma variação de 4,4% em outubro para 14,0% em novembro, com destaque para a aceleração de cerca de 30 p.p. no agrupamento de têxteis, vestuário, calçado e artigos de couro”.

Os agrupamentos de produtos alimentares e produtos não alimentares também registaram um aumento e passaram de variações de 3,3% e 1,4% em outubro, para 0,2% e 4,9% em novembro.

Em termos nominais, o índice agregado passou de uma taxa de variação homóloga de 7,9% em outubro para 14,6% em novembro.

Quanto aos índices de emprego, remunerações e horas trabalhadas, apresentaram taxas de variação homóloga de 2,3%, 4,8% e 4,9%, respetivamente, face às variações de 2,0%, 5,8% e 1,8%, em outubro.

A taxa de variação mensal dos índices de emprego, remunerações e de horas trabalhadas foi de 2,2%, 47,6% e 1,8%, respetivamente (2,0% , 49,0% e menos 1,2% em novembro de 2020).

Recomendadas

Há sete anos que o desemprego jovem é mais do dobro da taxa global, alerta estudo

Desde 2015 que o desemprego jovem é mais de 2,5 vezes superior ao desemprego total. Livro Branco recomenda nomeadamente reestruturação do sistema produtivo e melhoria da articulação entre o ensino e o mercado laboral.

Fitch revê em alta crescimento da zona euro para 0,2% em 2023, piora PIB mundial

A Fitch reviu “ligeiramente o crescimento da zona euro para 0,2%” em 2023, face a uma contração de 0,1% anteriormente, mas alterou para pior as estimativas a nível mundial, com o PIB a crescer 1,4%.

Crise/Energia: Preço médio semanal da ERSE sobe 0,9% para gasóleo e 1,0% para gasolina

O preço médio semanal dos combustíveis, calculado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), aumenta, esta semana, 0,9% para o gasóleo e 1,0% para a gasolina, segundo um relatório hoje divulgado pela entidade.
Comentários