Vera Pinto Pereira assume presidência da Fundação EDP

Antes de assumir a presidência, Vera Pinto Pereira era administradora executiva da EDP desde 2018, e nos últimos três anos foi membro não executivo do Conselho de Administração da Fundação EDP. 

A gestora Vera Pinto Pereira vai substituir António Mexia na presidência da Fundação EDP, revelou a empresa em comunicado. A nomeação de Vera Pinto Pereira foi aprovada pelos acionistas da EDP para um mandato até ao fim de 2022.

“É com muito entusiasmo que aceito este compromisso de liderar a Fundação EDP e de reforçar a missão social que tem aproximado a instituição das suas comunidades”, disse Vera Pinto Pereira no comunicado da empresa.

“Continuaremos a investir em projetos de cariz social, cultural e científico, e o nosso foco estará, cada vez mais, na inclusão e melhoria da qualidade de vida dos portugueses”, destacou a gestora citada em comunicado.

Antes de assumir a presidência, Vera Pinto Pereira era administradora executiva da EDP desde 2018, e nos últimos três anos foi membro não executivo do Conselho de Administração da Fundação EDP.

Miguel Coutinho e José Manuel dos Santos continuam a ocupar os lugares de vogais na nova equipa da Fundação EDP.

A Fundação EDP foi criada em 2004 e é uma instituição de direito privado e sem fins lucrativos. A instituição tem como missão no sector social a inclusão e melhoria da qualidade de vida das pessoas em situação vulnerável, mantendo ainda o apoio à cultura através da gestão do Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT).

Recomendadas

Empresas reafirmam investimento contra riscos cibernéticos

A cibersegurança é uma prioridade para as empresas. O reforço do investimento na proteção de contra ataques mantém-se apesar da conjuntura atual marcada pela subida dos custos. 

Equinix cria fundo solidário de 50 milhões para promover a inclusão digital

A empresa de tecnologia norte-americana criou uma nova estrutura de apoio educativo. O conselho de administração da fundação irá, todos os anos, determinar o montante de doações da fundação, de modo a cobrir a concessão de contribuições ou a correspondência com as ofertas dos colaboradores.

Tecnológica portuguesa Innowave compra Cycloid

Desde 2018 que o grupo tem uma forte estratégia de M&A. “Esta aquisição é mais um passo na nossa estratégia de crescimento, materializada também na criação de centros de competência em Portugal, como é o caso de Lisboa, Porto, Coimbra, Faro e Beja”, afirmou o CEO da Innowave, Tiago Gonçalves.
Comentários