Vídeo. O momento em que José Milhazes traduziu literalmente cânticos antiguerra na Rússia

O jornalista foi correspondente em Moscovo durante décadas e domina a língua russa.

José Milhazes traduziu literalmente o protesto de centenas de russos contra a guerra.

No jornal da noite da “SIC”, o jornalista abordou os cânticos antiguerra num concerto da banda russa Kis-Kis, no A2 Green Cencert, em São Petersburgo, na sexta-feira passada.

Quando questionado sobre os cânticos, José Milhazes traduziu literalmente: “Guerra, vai para o cara**o!”.

Perante o espanto da pivot Clara de Sousa, o jornalista, que foi correspondente em Moscovo durante décadas e domina a língua russa, limitou-se a dizer que estava apenas a traduzir os cânticos, para esclarecimento dos portugueses.

“Peço desculpa, Clara, mas é o que estão a dizer”, afirmou, perante os risos do especialista em geopolítica, Nuno Rogeiro, destacando que traduziu “literalmente” os cânticos antiguerra.

Relacionadas

José Milhazes: “Se lermos o ‘1984’ de George Orwell estamos a ouvir Vladimir Putin”

Em entrevista ao JE, o jornalista da SIC faz uma comparação entre a linguagem utilizada por George Orwell no clássico da literatura “1984” e o discurso utilizado pelo presidente da Rússia antes e durante a invasão da Ucrânia por parte do exército russo.

José Milhazes: “Sanções à Rússia foram tardias. Dirigentes ocidentais têm graves culpas no cartório”

Em entrevista ao JE, o jornalista da SIC considerou que a condenação da comunidade internacional à Rússia foi tardia e que deveria ter acontecido desde 2004, no início de uma série de acontecimentos que originaram, no entender de José Milhazes, o atual conflito em território ucraniano.

José Milhazes: “Putin não terá paz na Ucrânia e arrisca-se a pôr o seu povo contra si próprio”

Em entrevista ao JE, o jornalista da SIC que viveu, estudou e trabalhou na Rússia durante 40 anos, perspetiva aquilo que poderá ser uma Ucrânia ocupada pela Rússia e que consequências terá esta guerra para Vladimir Putin num futuro próximo. Inclusivamente, José Milhazes antecipa aquele que poderá ser a desintegração da Rússia.

“Diferença entre Putin e Hitler? Putin tem armas nucleares”. Veja a entrevista do JE ao jornalista José Milhazes

Viveu, estudou e trabalhou na Rússia durante 40 anos e compreende como poucos a realidade deste país. No momento em que Putin ordenou uma invasão à Ucrânia, como é que se pode justificar este conflito? Veja a entrevista de André Cabrita-Mendes, subdiretor do JE, ao jornalista da SIC e autor do livro “A mais breve história da Rússia – dos eslavos a Putin”.
Recomendadas

Ucrânia espera cumprir parte das condições exigidas enquanto candidato à UE até ao final do ano

Os líderes da União Europeia concordaram em conceder o estatuto de candidato à UE à Ucrânia e à Moldávia ontem, dia 23 de junho.

“Energia barata acabou”. União Europeia já planeia futuro sem a Rússia

A cimeira desta sexta-feira em Bruxelas serviu como reflexão sobre o impacto económico da invasão russa da Ucrânia, com crescentes preocupações com a subida dos preços e alertas de um “inverno difícil”.

Confiança em Putin está no nível mais baixo em vinte anos

Confiança em presidente russo está em mínimos históricos.
Comentários