Vinho português distinguido pelo “Washington Post”

O vinho tinto “Pioneiro”, da Venâncio da Costa Lima, foi eleito pelo prestigiado jornal Norte Americano Washington Post como a “Escolha do Ano”, numa lista que reconhece os melhores vinhos produzidos a nível mundial.

O vinho tinto “Pioneiro”, da Venâncio da Costa Lima, foi eleito pelo prestigiado jornal Norte Americano Washington Post como a “Escolha do Ano”, numa lista que reconhece os melhores vinhos produzidos a nível mundial.

A relação qualidade-preço surpreendeu o especialista de vinhos Dave McIntyre, que se rendeu aos encantos da bebida da Península de Setúbal. Trata-se de um vinho tinto complexo, com um preço de venda recomendado em Portugal de apenas 3,99€.

Ocupa o primeiro lugar e é também o único vinho português na lista dos 12 melhores “achados” de 2021, uma seleção feita de forma minuciosa pelo autor que, ao longo do ano, provou mais de 255 vinhos de todas as partes do mundo. Este é já o quinto ano de publicação da lista dos melhores vinhos compilada pelo jornalista.

Dave McIntyre, também um conhecido fã de vinho do Porto, ficou impressionado com a interligação e desenvolvimento dos sabores nos dias seguintes, distinguindo “Pioneiro” como uma ótima compra para ser o tinto da casa nos primeiros meses de 2022.

Em Portugal, este aclamado vinho é vendido exclusivamente nas lojas Intermarché.

Recomendadas

Festival Futurama arranca amanhã em Mértola

Ao longo de quatro fins de semana, o Baixo Alentejo abre-se ao público como um laboratório de experimentação e de apresentação de diálogos transdisciplinares, com mais de 40 artistas portugueses e espanhóis em espaços patrimoniais, culturais e naturais.

“Discover the Art of the Airport” no Aeroporto Internacional de Hamad

O Qatar tornou-se num dos primeiros países do Golfo a estabelecer um programa de arte pública contemporânea abrangente, liderado pelo Qatar Museums, com o objetivo de integrar a arte na vida quotidiana. O programa incluiu aproximadamente 70 obras de mais de 60 artistas do Qatar, do Médio Oriente e de todo o mundo.

Alterações do Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura entram em vigor quarta-feira

O Governo aponta que houve “a necessidade de simplificar e ajustar algumas soluções, nomeadamente a respeito do modelo de comunicação da celebração de contratos de prestação de serviço, do regime a aplicar relativamente à prestação social de inclusão, bem como da modalidade contributiva do trabalhador independente”.
Comentários