Vinhos do Alentejo batem recorde de exportação em 2021

Segundo a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, em 2021, “a exportação seguiu a bom ritmo para a maioria dos principais mercados de vinho da região do Alentejo, destacando-se os crescimentos registados no Brasil (mais 9% em valor e mais 4% em volume)”.

Os Vinhos do Alentejo atingiram valores recorde nas exportações em 2021, com as vendas a crescerem 17,5%, aponta a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), num comunicado divulgado esta segunda-feira.

Na nota, a CVRA sublinha que, em 2021, que as exportações do vinho alentejano traduziram-se num “total de 69,4 milhões de euros, e 11,6% em volume, ao exportarem 19,7 milhões de litros de vinho para o estrangeiro”.

Segundo a CVRA, em 2021, “a exportação seguiu a bom ritmo para a maioria dos principais mercados de vinho da região do Alentejo”, destacando-se, entre eles, o Brasil (mais 9% em valor e mais 4% em volume), a Suíça (mais 14% em valor e mais 8% em volume) e o Reino Unido (mais 69% em valor e mais 54% em volume).

Destaque também para a da exportação para Espanha (mais 127% em valor e 134% em volume) e Austrália (mais 252% em valor e mais 290% em volume).

A comissão destaca a “importante subida” no preço médio por litro que, de janeiro a dezembro de 2021, valorizou 5,3%, com os vinhos DOC a subirem 9,2% e o Regional a subir 3,0%.

“Perante estes resultados só podemos aplaudir os produtores alentejanos que mostram a sua capacidade exportadora e valorizam cada litro de vinho vendido, demonstrando a qualidade dos vinhos do Alentejo, com os mercados internacionais a mostrarem-se recetivos para pagarem mais pelo vinho da região”, diz Francisco Mateus, presidente da CVRA.

Francisco Mateus acrescentou que em 2021 se estabilizou “a tendência de quebra em Angola”, bem como aumentou “as vendas em 11 dos 15 principais destinos do Alentejo”. “Sinais que nos deixam muito expectantes com o futuro das exportações de vinho do Alentejo”, destacou.

 

Recomendadas

À beira dos 100 anos de vida, Disney está prestes a perder os direitos sobre o Mickey

Os direitos de autor sobre a personagens estão quase a expirar e vão passar para domínio público, como consequência da lei dos Estados Unidos.

Jogos Olímpicos 2024. Empresa portuguesa recebe cinco milhões para construção arquitetónica

O contrato está inserido numa operação de 136 milhões de euros e visa a construção da Arena Porte de la Chapelle, que vai servir de palco para os Jogos de 2024.

MP pede ao Tribunal da Concorrência para manter coima de 48 milhões à EDP e empresa pede absolvição

O Ministério Público pediu hoje ao Tribunal da Concorrência para manter a coima de 48 milhões de euros aplicada à EDP Produção por abuso de posição dominante, tendo a empresa defendido a absolvição “pura e simples”.
Comentários