Volkswagen anuncia perdas de 3,5 mil milhões no 3º trimestre

A Volkswagen (VW) anunciou, esta manhã, perdas de 3,48 mil milhões de euros no terceiro trimestre, impactadas por custos especiais relacionados com o escândalo da emissões em que está envolvida. Em década e meia, esta é a primeira vez que o primeiro fabricante automóvel europeu passa o vermelho. No terceiro trimestre de 2014, a alemã […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

A Volkswagen (VW) anunciou, esta manhã, perdas de 3,48 mil milhões de euros no terceiro trimestre, impactadas por custos especiais relacionados com o escândalo da emissões em que está envolvida.

Em década e meia, esta é a primeira vez que o primeiro fabricante automóvel europeu passa o vermelho.

No terceiro trimestre de 2014, a alemã apresentou lucros de 3,2 mil milhões.

Segundo dados da própria Volkswagen, o escândalo das emissões acarretou custos especiais superiores a 6,7 mil milhões no terceiro trimestre, muito acima esperado pelos analistas. Estes custos impactaram os resultados líquidos, que, como atrás referido, foram negativos em 3,48 mil milhões de euros.

Apesar dos prejuízos, as vendas trimestrais subiram 5,3%, para 51,49 mil milhões.

A fraude poderá custar à Volkswagen entre os 20 mil milhões de euros e os 78 mil milhões de euros, de acordo com números avançados pela agência Bloomberg.

O rombo, consequência direta do escândalo das emissões de CO2, aumentará até aos resultados anuais, admitiu o CEO, Matthias Mueller.

A Volkswagen perdeu a liderança mundial para a Toyota.

OJE

Recomendadas

Binter e Embrar fecham compra de cinco novas aeronaves por mais de 369 milhões de euros

As duas primeiras unidades estão previstas para chegar às Ilhas Canárias em novembro de 2023.

Manuel Champalimaud compra à Novares a área de injeção de plásticos para a indústria automóvel

A aquisição visa reforçar posição do Grupo Champalimaud no sector dos componentes de plástico decorativo e de interface para a indústria automóvel.

PremiumAmazon diz que “continua a fazer investimentos” de cloud em Portugal

A empresa norte-americana de computação na nuvem Amazon Web Services (AWCS)está a desenvolver um centro de dados no país, mas não se compromete com uma data de abertura.