PremiumVSM aposta na sustentabilidade e tem linha de coinvestimento para a Madeira

Linha acordada com o Banco Português de Fomento é de 282 mil euros. A VSM tem participação em 20 ‘startups’, das quais cinco na região e conta vir a trabalhar com fundos de capital de risco.

A VSM é um clube de investidores em startups com aceleradoras e veículos de investimento em startups organizados de forma temática. Juntamente com o Banco Português de Fomento (BPF), e através da VSM Capital e da Energy Planet, veículos de investimentos em startups em fase “Seed” financiados por business angels da VSM, possuem uma linha de coinvestimento global de 282 mil euros direcionada para a Madeira.

O responsável do ecossistema de empreendedorismo VSM, Tiago Vaz Serra, disse ao Económico Madeira que este projeto tem “alguma preponderância para temas relacionados com a energia, economia circular, agroalimentar sustentável, e em geral com tudo o que tenha a ver com as boas práticas ambientais, sociais e de governance, usando o modelo de investimento ESG”.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor. Edição do Económico Madeira de 10 de dezembro.

Recomendadas

PremiumPreservar o mirandês num mundo onde as línguas regionais estão em extinção

Em Terra de Miranda, há elementos da sociedade civil que não deixam esmorecer uma causa que entendem ser nacional e não apenas regional: a preservação da língua e cultura mirandesa. As suas propostas constam do Roteiro para a região, já apresentado aos decisores políticos e assente numa visão de futuro.

Premium“Os nossos alunos não têm ‘apenas’ emprego, têm escolhas”

O ISEL cobre todas as áreas da Engenharia no ensino e investigação. Segundo o seu presidente, José Nascimento, Portugal tem de ultrapassar o preconceito do ensino politécnico e investir mais na atratividade salarial.

PremiumMercados somam e seguem

Índices acionistas encerram em alta em novembro, somando segundo ganho mensal consecutivo.
Comentários