Wall abre sessão no verde impulsionada pelas farmacêuticas

os títulos da Johnson & Johnson cresceram depois da revelação de que a dose de reforço da vacina Covid-19 é 85% eficaz contra as hospitalizações, à semelhança das ações da Astrazeneca que reagiram às notícias de que a dose de reforço da vacina triplica os anticorpos.

A bolsa de Nova Iorque abriu sessão, desta quinta-feira, a negociar em terreno positivo com os principais índices no verde, tendo sido impulsionada pelas farmacêuticas devido às preocupações com a Ómicron.

Assim, o Dow Jones sobe 0,26% para 36.583,72 pontos, o S&P 500 avança 0,18% para 4.801,57 pontos e o tecnológico Nasdaq soma 0,08% para 15.779,20 pontos.

A Johnson & Johnson cresceu 0,43% para 172,29 dólares depois da revelação de que a dose de reforço da vacina Covid-19 é 85% eficaz contra as hospitalizações, um a dois meses após a sua administração. A Astrazeneca evoluiu positivamente 0,34% para 58,85 dólares com as notícias de que a dose de reforço da vacina triplica os anticorpos. A Pfizer apreciou 0,36% para 57,79 dólares.

Segundo o analista da Millenium BCP Ramiro Loureiro “Com 2021 a chegar ao fim, as principais preocupações dos investidores para o próximo ano deverão centrar-se nas implicações da nova variante ómicron”.

“Analistas demonstram uma maior confiança em relação à pandemia, à medida que diversos indicadores apontam para a possibilidade da variante ómicron ter uma severidade inferior às estirpes anteriores,”, diz Ramiro Loureiro.

Outra preocupação dos investidores será “o impacto da retirada de estímulos na economia por parte dos bancos centrais e a elevada inflação, impulsionada por constrangimentos na cadeia de fornecimento e por custos energético elevados”. Quanto aos banco a JP Morgan soma 0,90% para 159,99 dólares

Recomendadas

Wall Street com mais um dia para esquecer

A perspectiva de manutenção das taxas de juro em alta pelos próximos (muitos) meses não dá tréguas aos investidores do mercado de capitais, que continuam a assistir ao afundamentos dos principais índices da praça norte-americana.

Bitcoin alcança valor mais alto em uma semana e ultrapassa os 20 mil dólares

A criptomoeda subiu 5% esta terça-feira, acompanhada pela Ethereum, que subiu 4%, num dia de subidas generalizadas entre as criptomoedas.

Bolsa de Lisboa fecha em terreno positivo com Europa no ‘vermelho’

As cotadas da família EDP foram as únicas a terminar o dia em terreno negativo, com a EDP a perder 1,28%, nos 4,55 euros, e a EDP Renováveis a cair 0,92% para os 21,43 euros.
Comentários