Wall Street abre apenas com Nasdaq em terreno positivo

Na bolsa de Nova Iorque teve impacto a revelação de que o deflator de consumo nos EUA mostrou força da inflação em agosto.

A bolsa de Nova Iorque abriu a sessão desta sexta-feira a negociar em terreno misto, com o Dow Jones e S&P com ligeiras perdas e o Nasdaq a ser o único índice a valorizar.

O Dow Jones começa o dia em Wall Street a ceder 0,30% para 29.137,90 pontos, o S&P 500 a perder 0,09% para 3.639,34 pontos e tecnológico Nasdaq a avançar 0,13% para 10.751,57 pontos.

O analista do Millenium BCP, Ramiro Loureiro, diz que em Wall Street teve impacto “a revelação de que o deflator de consumo nos EUA mostrou força da inflação em agosto, a alimentar os receios de que a Fed terá de continuar a agressividade na subida de juros de forma a travar esta escalada de preços”.

“As declarações da Vice-Presidente da Fed Lael Brainard, de que o banco central norte-americano irá precisar de manter as taxas de juro elevadas por algum tempo para reduzir a inflação, mesmo reconhecendo a necessidade de observar os riscos globais para a estabilidade financeira são outro fator de pressão”, destaca.

Além disso, “o escalar de tensões geopolíticas também pressiona o sentimento, com o Presidente russo a afirmar que a anexação de quatro regiões ucranianas é irreversível”, refere Ramiro Loureiro.

No meio empresarial destaque, pela negativa, para a Nike que perde 13,21% para 82,74 dólares depois ter reportado um aumento de 44% nos inventários, uma subida que, segundo Ramiro Loureiro “poderá ter castigado as suas margens”.

Do lado dos ganhos, a Micron segue a valorizar 1,64% para 50,83 mesmo depois de ter perspetivado perdas no próximo trimestre fiscal e ter afirmado que irá cortar o CAPEX de equipamentos de fabricação de wafer em 50%. A Arrival também soma ganhos, após um anúncio de aumento de capital que irá permitir uma expansão do negócio para os EUA, e avança 8,11% para 0,85 dólares.

Recomendadas

Allianz supera 10 mil milhões de ativos sob gestão indireta em ações de infraestrutura

“Pretendemos construir uma carteira defensiva e rentável de fundos de infraestrutura e coinvestimentos em energia, comunicação e transporte, bem como em infraestruturas sociais e ambientais”, refere a Allianz Capital Partners.

PSI em terreno positivo enquanto principais bolsas europeias desvalorizam

No mercado cambial, o euro está a ter uma valorização de 0,18% face ao dólar, para os 1,0510 euros.

Consumo de gás natural recua 5,7% em novembro

“No mercado de gás natural, a tendência de redução de consumo manteve-se este mês [novembro], com uma taxa homóloga negativa de 5,7%, com uma quebra marginal de 0,7% no segmento de produção de energia elétrica e um recuo de 9,6% no segmento convencional”, indicou a gestora dos sistemas nacionais elétrico e de gás natural.
Comentários