Wall Street abre em alta apesar dos alertas de recessão

O aviso surge por parte do presidente da Reserva Federal do estado de St.Louis, que revela que as taxas de juro podem chegar aos 5% a 5,25%, em comparação com os atuais 4%.

Reuters

A bolsa de Nova Iorque abriu a sessão desta sexta-feira, 18 de novembro, com os investidores a mostrarem um otimismo reservado devido aos alertas da Reserva Federal norte-americana (Fed) para uma possível recessão provocada pelo aumento das taxas de juro no país.

No início da sessão, o S&P 500 sobe 0,83%, para 3,978.65 pontos, o tecnológico Nasdaq valoriza 0,87%, para 11,242.22 pontos, e o industrial Dow Jones cresce 0,18%, para 33,606.59 pontos.

O presidente da Reserva Federal do estado de St.Louis afirmou na quinta-feira que as taxas de juros podem precisar de atingir os 5 a 5,25% em relação ao nível atual de pouco menos de 4,00% para serem “suficientemente restritivas” para conter a inflação.

“Wall Street arrancou a última sessão da semana em alta, após dois dias de correção nos principais índices norte-americanos, onde foram especialmente penalizados pelos comentários mais hawkish por parte de alguns membros da FED”, refere o analista de mercados do Millenium investment banking, Ramiro Loureiro.

Depois de falhar estimativas das suas receitas, a Farfetch arrancou a sessão a cair 6%.

No mercado asiático as preocupações com os aumentos de casos de Covid-19 na China contrapõe os desejos das autoridades locais para aliviar as rígidas restrições que têm vindo a afetar a economia.

Recomendadas

Wall Street encerra no ‘verde’, mas a semana será de perdas

O índice empresarial S&P 500 fechou a avançar 0,75%, com 3.963,51 pontos. Já o industrial Dow Jones ganhou 183 pontos, ou seja, 0,55%. Sem grandes surpresas, foi o tecnológico Nasdaq a saltar mais de 1% (1,13%) e a encerrar com 11.082 pontos.

Bolsa de Lisboa fecha em queda arrastada pela EDP Renováveis numa Europa mista

O tombo da bolsa deve-se em grande parte à queda das ações da EDP Renováveis. As ações caíram -2,19% para 21,39 euros no dia em que foi noticiado que ganhou o leilão para contruir um parque eólico “offshore” de grande escala ao largo da Califórnia.

Wall Street abre a valorizar com S&P 500 a contrariar cinco dias de perdas

O índice industrial Dow Jones arrancou a sessão a escalar 235 pontos (+0,7%), impulsionado pelos ganhos da Chevron e da Boeing. Já o empresarial S&P 500 acompanhou a subida em 0,7%. Por sua vez, o tecnológico Nasdaq valorizava quase 1% (0,9%).
Comentários