Wall Street abre em terreno misto após fortes quebras do sector tecnológico

Nas empresas, destaque também para a desvalorização do Twitter, que recua 0.40% para os 37,25 dólares, após Elon Musk ter dado a entender aos funcionários do Twitter que iria recorrer ao downsizing da empresa caso a venha a adquirir.

A bolsa de Nova Iorque abriu a sessão desta sexta-feira, dia 17 de junho, em terreno misto, após o tecnológico Nasdaq ter sofrido fortes quebras (na ordem dos 4%) no fecho da sessão anterior.

Pelas 14h33 (hora de Lisboa), o índice industrial Dow Jones foi o único a descer, recuando 0,06% para os 29.908,31 pontos. Por sua vez, o financeiro S&P 500 avança 0,17% para os 29.977,98 pontos, e o tecnológico Nasdaq sobe 1,00% para 10.753,08 pontos.

A análise do analista Ramiro Loureiro, do Millennium Investment Banking, refere que esta recuperação é “relativamente ténue”, tendo em conta a reiteração do presidente da Fed, Jerome Powell, que disse que a atenção total do banco central está em fazer baixar a inflação.

“Entretanto chegou a indicação de que a produção industrial norte-americana cresceu abaixo do esperado no mês passado”, destaca ainda o analista. De facto, a US Steel Coorporation está a crescer 5.44% para os 20,64 dólares.

Nas empresas, destaque também para a desvalorização do Twitter, que recua 0.40% para os 37,25 dólares, após Elon Musk ter dado a entender aos funcionários do Twitter que iria recorrer ao downsizing da empresa caso a venha a adquirir.

O preço do barril de petróleo está a descer, com o brent a recuar 2,26% para os 117,10 dólares.

No mercado cambial, o euro está a ter uma desvalorização face ao dólar, com uma descida de 0,63%, para os 1,0480  euros.

Recomendadas

PSI fecha em alta ligeira com Greenvolt a liderar subidas

A bolsa de Lisboa fechou esta segunda-feira com o índice PSI a registar uma ligeira subida de 0,04% para 6.054,21 pontos, com a Greenvolt a liderar os ganhos ao avançar 3,30%.

PSI sobe 8,5% desde o início do ano

Apesar da subida anual, em junho registou uma queda de 3,4%, com apenas cinco das 15 sociedades cotadas que integram o PSI a registarem uma evolução positiva, sendo que a banda de variação mensal oscila entre a subida de 8,8% da Jerónimo Martins e a queda de 16,7% dos CTT. A Maxyield destaca a forte capacidade de resiliência do PSI face às quebras mensal e anual dos mercados internacionais.

Vauld congela transações cripto devido à volatilidade no mercado

A Vauld junta-se a outras empresas de empréstimos de criptomoedas que decidiram suspender transações devido à forte volatilidade que se vive no mercado.
Comentários