Wall Street abre no ‘verde’ antes da última reunião da Fed

Wall Street abre com ganhos antes da última reunião da Reserva Federal norte-americana.

Reuters

Os três principais índices da bolsa de Nova Iorque abriram a terceira sessão da semana com ligeiros ganhos. O S&P 500 valoriza 0,19%, para 2.551,12 pontos, o tecnológico Nasdaq ganha 0,11%, para 6.498,88 pontos e o industrial Dow Jones ganha sobe 0,13% para 23.706,66 pontos.

Os investidores estão com um olhar atento ao desfecho da reunião da Reserva Federal norte-americana, que termina às 14h00 de Nova Iorque (19h00 horas portuguesas) e esperam que o presidente da Fed, Jerome Powell, não proceda a grandes alterações nas taxas de juro, devido ao clima de incerteza que se faz sentir nos mercados financeiros, mas também cautelosos com uma possível recessão.

Esta tarde, Jerome Powell, poderá anunciar o quarto aumento das taxas de juro deste ano, de 2,25% para 2,50%, mas as atenção dos investidores vai centrar-se mais nas medidas da política monetária norte-americana para o ano de 2019, numa altura em que alguns analistas falam de uma probabilidade de 40% da economia norte-americana entrar em recessão nos próximos dois anos, segundo um inquérito organizado pela Agência Reuters.

Nas matérias-primas, o petróleo está a valorizar e a inverter as quedas de 5% registadas esta terça-feira. O West Texas Intermediate, referência para o mercado norte-americano, está valorizar 1,21%, para 46,80 dólares, e o Brent, referência mundial e para o mercado europeu, está a subir 0,95%, para 56,79 dólares.

(atualizada)

 

Recomendadas

Cotação do barril Brent para entrega em novembro baixa para 87,96 dólares

A cotação do barril de petróleo Brent para entrega em novembro terminou esta sexta-feira no mercado de futuros de Londres em baixa de 0,73%, para os 87,96 dólares.

Wall Street encerra sessão com principais índices a perder mais de 1,50%

No momento de fecho o Dow Jones recua 1,71%para 28.725,84 pontos, o S&P 500 cede 1,51% para 3.585,40 pontos e o tecnológico Nasdaq desvaloriza 1,51% para 10.575,62 pontos. 

PremiumAções com pior mês desde junho e pode não ficar por aqui

Libra em forte desvalorização e juros da dívida do Reino Unido disparam após polémico “mini-orçamento” de Liz Truss.
Comentários