Wall Street abre no ‘verde’, em linha com congéneres europeias

O preço do petróleo continua a aumentar esta quarta-feira, consequência da decisão da União Europeia tomada no dia anterior de reduzir substancialmente as importações de petróleo russo e a aprovação do sexto pacote de sanções à Rússia. O petróleo brent está a 118,41 dólares por barril, aumentando 2,34%.

A bolsa de Nova Iorque estreou o mês de junho em terreno positivo, em linha com as congéneres europeias nesta quarta-feira.

Pelas 14h30 (hora de Lisboa), o índice industrial Dow Jones sobe 0,85% para os 33.270,61 pontos, o financeiro S&P 500 sobe 0,735% para os 4.163,30 pontos, e o tecnológico Nasdaq ascende 1,17% para os 12.225,98 pontos. Por sua vez, o Russell 2000 valoriza 0,26% para os 1.877,35 pontos.

Esta sessão está marcada pelo aguardar da divulgação dos dados da atividade industrial dos EUA, onde se espera que demonstre “uma desaceleração no crescimento, pressionado pelo recuo do ritmo de novas encomendas e pelos preços pagos pelos fabricantes”, refere análise de Ramiro Loureiro, do Millenium Investment Banking.

Com a Fed (sistema de bancos centrais dos Estados Unidos) a apontar para aumentos substanciais nos juros, as ações no mercado americano poderão sofrer disrupções durante o verão.

O preço do petróleo continua a aumentar esta quarta-feira, consequência da decisão da União Europeia tomada no dia anterior de reduzir substancialmente as importações de petróleo russo e a aprovação do sexto pacote de sanções à Rússia. O petróleo brent está a 118,41 dólares por barril, aumentando 2,34%.

No mercado cambial, o euro está a valorizar 0,04% para os 1,0720 dólares.

A nível empresarial, a Salesforce reporta boas notícias, com um aumento substancial na previsão de lucro para este ano, depois de apresentar resultados positivos no fecho de ontem. As receitas trimestrais da empresa cresceram 24% em termos homólogos, para 7,41 mil milhões de dólares e ultrapassaram os $7,38 mil milhões previstos. As ações do gigante de software estão a subir 12.61% para os 180.44 dólares

As ações da Victoria’s Secret crescem 11.19%  para os 45.82 dólares depois da empresa de lingerie superar as espectativas de Wall Street com o seu lucro trimestral. As vendas nesse período baixaram 4.5% em relação ao ano anterior, mas em linha com as estimativas de Wall Street. A empresa afirma que os estímulos governamentais financeiros ajudaram a aumentar as vendas em 75 milhões de dólares (cerca de 69.9 milhões de euros) em relação ao período homólogo.

As ações da HP subiram 0,92 para os 114.65 dólares depois da empresa de hardware ter aumentando as previsões de lucro para este ano, beneficiada ainda pela alta demanda dos consumidores apesar das disrupções registadas na cadeia de distribuição.

Por outro lado, a empresa de semicondutores Ambarella apresenta resultados negativos, reduzindo as ações em 3.50% para os 83.09 dólares depois da empresa ter citado dificuldades com entregas da China devido às quarentenas naquele país.

 

 

 

Recomendadas

Bolsa abre em terreno positivo com Mota-Engil a registar o maior ganho

O petróleo está a negociar em alta com o brent a subir 2,33% para os 105,16 euros e o crude valoriza 1,80% para os 101,29 euros.

S&P 500 fecha no verde depois de sprint no final da sessão

Num dia em que o S&P 500 chegou a estar a perder 2% e o Dow a recuar 700 pontos, o sector tecnológico acabou por dar um empurrão ao primeiro índice, que acabou a sessão no verde. Os medos de uma recessão, ainda assim, adensam-se entre os investidores, castigando títulos procíclicos como a banca ou energia.

Greenvolt. Atuais acionistas garantiram 97% do aumento do capital de 100 milhões

A energética liderada por João Manso Neto concluiu com sucesso o aumento de capital. Procura ascendeu a 186% da oferta.
Comentários