Wall Street acaba semana com subidas

O mercado de trabalho nos Estados Unidos criou 261 mil empregos em outubro, embora a taxa de desemprego tenha subido para 3,7%. Os dados deixaram os investidores divididos.

A bolsa de Nova Iorque fechou a sessão desta sexta-feira em terreno positivo e com subidas expressivas, num dia em que soube que o mercado de trabalho nos Estados Unidos criou 261 mil empregos em outubro, embora a taxa de desemprego tenha subido para 3,7%. Os dados deixaram os investidores divididos.

“O crescimento dos salários, observado de perto, caiu para 4,7% em termos homólogos, após um aumento de 5% em setembro e de acordo com as expectativas do mercado de 4,7% em relação ao mesmo período do ano passado. A leitura de hoje indica que o mercado de trabalho ainda está ‘apertado’, pelo que a Fed continuará empenhado em reduzir a inflação com mais aumentos de taxas”, explicaram os analistas da XTB, em research.

Em Wall Street, o índice industrial Dow Jones acabou por encerrar as negociações com uma subida de 1,26% para os 32.403,22 pontos. Quanto ao índice financeiro S&P 500, avançou 1,36% para os 3.770,55 pontos e o tecnológico Nasdaq ganhou 1,28% para os 10.475,25 pontos. Por sua vez, o Russell 2000 valorizou 1,04% para os 1.798,31 pontos.

As ações da PayPal destoaram com uma queda de 1,79% para 75,18 dólares, após um corte de outlook de receitas, que ofuscou as parcerias e os bons resultados trimestrais, de acordo com Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp. “O resultado ajustado do terceiro trimestre foi de 1,08 dólares por ação, ultrapassando os 0,96 dólares/ação estimados pelos analistas. As receitas trimestrais cresceram 11% em termos homólogos, para os 6,85 mil milhões de dólares, quando a estimativa era de 6,81 mil milhões”, destacou o analista, numa nota de mercado.

Quanto às matérias-primas, o ouro negro dispara mais de 4%. O preço do petróleo WTI, produzido no Texas, sobe 5,02% para os 92,60 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent avança 4,09% para os 98,73 dólares por barril.

No mercado cambial, o euro apreciou 2,12% face à moeda dos Estados Unidos, para os 0,9958 dólares. Em relação à libra esterlina, a moeda de 19 países da União Europeia somou 0,26% para 0,8753 libras.

Recomendadas

Wall Street fecha instável em face da provável recessão

A indefinição está a marcar a economia interna dos Estados Unidos. sabe-se que haverá uma recessão, mas os seus contornos em termos de profundidade e duração não são claros. E o mercado mobiliário parece não gostar disso.

Há quem queira fugir à regulação do mercado criptoativo, alerta responsável europeia

A regulação deverá chegar no espaço de um ano, diz a comissária europeia para os serviços financeiros. Mas há ‘players’ do mercado que escolhem deliberadamente jogar contra as regras, avisa. A abordagem deve ser “global”.

Lagarde e o ‘whatever it takes’ para controlar a inflação. Ouça o podcast “Mercados em Ação”

No “Mercados em Ação”, podcast do JE, vai poder contar com a análise de especialistas em temas como ações e obrigações; investimento e poupança; BCE e FED; resultados e empresas; análises e gráficos.
Comentários