Wall Street arranca semana com quedas depois de comentários da Fed

Christopher Waller, um dos governadores da Reserva Federal, indicou que são esperadas mais subidas de juros nos próximos tempos e que a taxa terminal ainda está longe de ser alcançada, castigando a abertura dos mercados esta segunda-feira.

Wall Street arrancou a semana no vermelho, com os índices norte-americanos castigados pelos comentários no fim-de-semana de um dos governadores da Reserva Federal e depois do S&P 500 registar a melhor semana desde junho.

O Dow Jones começou a perder 20 pontos, caindo para os 33.724,73, ao passo que o S&P 500 recuou 16 pontos, ou 0,41%, descendo para os 3.976,38. O Nasdaq foi o índice que mais desvalorizou, caindo 1,02%, ou 120 pontos, para os 11.207,86.

Os comentários no fim-de-semana por Christopher Waller, um dos governadores da Fed, sobre a necessidade de manter o ciclo de aperto monetário tiver os seus efeitos nos mercados no abrir da sessão de segunda-feira. Waller sinalizou que a taxa terminal ainda estava a uma boa distância de ser alcançada, desanimando os investidores, particularmente no índice tecnológico Nasdaq.

Os grandes nomes da tecnologia negociavam, portanto, no vermelho, com destaque para o recuo de 2% da Amazon. A Tesla também caía mais de 3%, depois de Elon Musk reconhecer que tem demasiados assuntos com que lidar agora que finalizou a compra do Twitter.

Em sentido contrário, empresas chinesas listadas nas bolsas norte-americanas como a JD e a Alibaba capitalizavam no anúncio de um alívio das pesadas medidas pandémicas na China, subindo 2,8% e 1,8%, respetivamente.

Recomendadas

Wall Street fecha instável em face da provável recessão

A indefinição está a marcar a economia interna dos Estados Unidos. sabe-se que haverá uma recessão, mas os seus contornos em termos de profundidade e duração não são claros. E o mercado mobiliário parece não gostar disso.

Há quem queira fugir à regulação do mercado criptoativo, alerta responsável europeia

A regulação deverá chegar no espaço de um ano, diz a comissária europeia para os serviços financeiros. Mas há ‘players’ do mercado que escolhem deliberadamente jogar contra as regras, avisa. A abordagem deve ser “global”.

Lagarde e o ‘whatever it takes’ para controlar a inflação. Ouça o podcast “Mercados em Ação”

No “Mercados em Ação”, podcast do JE, vai poder contar com a análise de especialistas em temas como ações e obrigações; investimento e poupança; BCE e FED; resultados e empresas; análises e gráficos.
Comentários