Wall Street: Dow Jones em máximo histórico e a um passo dos 20.000 pontos

O Dow Jones quase que atingiu a meta histórica dos 20.000 pontos. O sector financeiro dos Estados Unidos promete dar ganhos aos investidores nos próximos tempos.

Andrew Harrer/Bloomberg

O índice fechou nos 19.974 pontos depois de subir 0,46% e de ter chegado a marcar 19.987 pontos. Também o Nasdaq fechou em máximos nos 5.483 pontos (+0,49%) e o S&P 500 fechou nos 2.270 pontos.

O sector financeiro fechou em alta, com o Goldman Sachs a ganhar 1,68%. O Morgan Stanley a subir 1,56%; o Bank of America a ganhar 1,02%; o Citigroup a valorizar 1,91%. Num programa de televisão no canal CNBC, Steve Eisman, conhecido trader que “shortou” as obrigações hipotecárias subprime antes da queda abrupta delas, disse que antecipa uma “era dourada” para os bancos norte-americanos. “Creio que nos dois próximos anos haverá  desalavancagem e robustez do sector financeiro e que esta é a era dourada para investir no sector financeiro”, disse lembrando a menor regulação prevista para os bancos dos EUA, com o novo governo.

Noutros mercados o petróleo West Texas sube 0,21% e mantém-se acima dos 52 dólares (52,23 dólares). enquanto o euro cai 0,1% até aos 1,0396 dólares.

Hoje o dia foi marcado pela reivindicação pelo Estado Islâmico do atentado de ontem à noite feito por um camião, contra um mercado de Natal em Berlim e em que morreram 12 pessoas.

No que respeita ao Banco do Japão, melhorou o seu prognóstico para a economia do país, e aponta para uma expansão moderada.

Recomendadas

Wall Street com mais um dia para esquecer

A perspectiva de manutenção das taxas de juro em alta pelos próximos (muitos) meses não dá tréguas aos investidores do mercado de capitais, que continuam a assistir ao afundamentos dos principais índices da praça norte-americana.

Bitcoin alcança valor mais alto em uma semana e ultrapassa os 20 mil dólares

A criptomoeda subiu 5% esta terça-feira, acompanhada pela Ethereum, que subiu 4%, num dia de subidas generalizadas entre as criptomoedas.

Bolsa de Lisboa fecha em terreno positivo com Europa no ‘vermelho’

As cotadas da família EDP foram as únicas a terminar o dia em terreno negativo, com a EDP a perder 1,28%, nos 4,55 euros, e a EDP Renováveis a cair 0,92% para os 21,43 euros.
Comentários