Wall Street encerra no ‘verde’ animada com medidas de controlo da pandemia de Covid-19

O S&P 500 ganha 1,81% para os 4.650,70 pontos. O tecnológico Nasdaq encerra a subir 2,40% para 15.341,1 pontos. O índice industrial Dow Jones também encerra o dia em terreno positivo, a subir 1,60% para 35.492,70 pontos.

Brendan McDermid / Reuters

A bolsa de Nova Iorque encerrou sessão desta terça-feira em terreno positivo, após recuperar de três dias consecutivos de perdas, provocadas pelos receios com a nova variante do coronavírus, a Ómicron. Os mercados estiveram a negociar no ‘verde’ durante todo o dia, após o presidente dos EUA, Joe Biden, afirmar que as pessoas com doses de reforço estão “altamente protegidas”.

O discurso de Biden teve um efeito catalisador nos mercados norte-americanos, que se mostraram animados com o anúncio de que o governo enviará mil médicos do exército para apoiar os hospitais nos primeiros dois meses do ano, em que se antecipa que haverá uma nova vaga de infeções por Covid-19. A Casa Branca também revelou que adquiriu 500 milhões de testes rápidos à Covid-19, que os cidadãos dos EUA poderão requisitar gratuitamente já no inicio do ano.

O S&P 500 ganha 1,81% para os 4.650,70 pontos. O tecnológico Nasdaq encerra a subir 2,40% para 15.341,1 pontos. O índice industrial Dow Jones também encerra o dia em terreno positivo, a subir 1,60% para 35.492,70 pontos.

Nas empresas, destaque para a Nike, cujas ações valorizaram 6,07%, após as vendas de calçado e roupa na América do Norte, o maior mercado da empresa, ter aumentado 12% em relação ao ano anterior, compensando uma queda de 20% nas vendas da empresa na China.

No mesmo sentido segue a tecnológica Micron, cujas ações dispararam 10,54%, após um arranque sólido do ano financeiro da fabricante de chips, impulsionada pela forte procura que, inclusive, levou a empresa a prometer um ano recorde de vendas com “rentabilidade sólida”.

O preço do “ouro negro” está a subir nos dois lados do Atlântico. Em Nova Iorque, o WTI diminuiu 4,17% para os 71.47 dólares por barril, enquanto o Brent está a valorizar 3,76% para os 74.21 dólares em Londres.

No mercado cambial, o euro aprecia 0,05% face ao dólar norte-americano para os 1,1280 dólares. A libra esterlina aprecia 0,45% face à moeda dos Estados Unidos, para 1,1280 dólares.

Recomendadas

Bolsa de Lisboa fecha sessão a perder 1,49% com apenas o título da Galp no verde

A puxar o PSI para baixo estiveram os títulos da peso-pesado do retalho Jerónimo Martins, dona da cadeia de supermercados Pingo Doce, que deslizaram 3,52%.

Bancos envolvidos na aquisição do Twitter por Elon Musk poderão perder milhões

Dos 44 mil milhões que Musk terá de pagar pela compra da rede social, 12,5 mil milhões serão garantidos por empréstimos bancários. Exemplos recentes e cenário económico sombrio pesam nas projeções da banca envolvida.

OPEP+ decide baixar a sua oferta de petróleo em dois milhões de barris diários

A redução da produção de petróleo anunciada esta quarta-feira corresponde ao maior corte na oferta desde maio de 2020. Decisão deverá irritar administração Biden e levar a resposta dos EUA, diz nota de mercado do Citi.
Comentários