Wall Street encerra no ‘verde’, mas a semana será de perdas

O índice empresarial S&P 500 fechou a avançar 0,75%, com 3.963,51 pontos. Já o industrial Dow Jones ganhou 183 pontos, ou seja, 0,55%. Sem grandes surpresas, foi o tecnológico Nasdaq a saltar mais de 1% (1,13%) e a encerrar com 11.082 pontos.

As ações da bolsa norte-americana fecharam em alta esta quinta-feira, 8 de dezembro. Wall Street contraria assim uma maré tendencialmente negativa ao longo dos últimos dias, depois de ter aberto a sessão de hoje a valorizar timidamente.

A atenção dos investidores continua focada nos receios de uma recessão – com indicadores importantes a serem divulgados ao longo desta e da próxima semana.

O índice empresarial S&P 500 fechou a avançar 0,75%, com 3.963,51 pontos. Já o industrial Dow Jones ganhou 183 pontos, ou seja, 0,55%. Sem grandes surpresas, foi o tecnológico Nasdaq a saltar mais de 1% (1,13%) e a encerrar com 11.082 pontos.

Apesar dos ganhos desta quinta-feira, a semana deverá encerrar com perdas, com o Dow a cair 1,88% ao longo dos últimos dias. O S&P e o Nasdaq deverão fechar as contas da semana a desvalorizar 1,66% e 3,31%, respetivamente.

O número de pedidos de subsídio de desemprego nos Estados Unidos (EUA) atingiu o seu valor mais alto desde fevereiro, uma mudança que indica que a economia dos EUA pode estar a entrar em linha com a narrativa recessiva, apesar dos esforços da Reserva Federal (Fed) para controlar a inflação, com sucessivas subidas das taxas de juro.

A próxima dessas subidas poderá chegar ainda antes do fim do ano, com os investidores atentos ao que sairá da próxima reunião de política monetária da Fed.

O banco central norte-americano deverá subir as taxas mais 50 pontos base (p.b.) – uma subida, é certo, mas mais baixa do que as anteriores.

Nas empresas, destaque para a Nvidia e para a Amazon, a valorizarem 6,5% e 2,1%, respetivamente. Já a Activision Blizzard derrapou pelas tabelas abaixo, depois do regulador norte-americano ter bloqueado a aquisição da empresa pela Microsoft.

Na agenda desta semana esteve também a GameStop – a memestock preferida dos investidores disparou 11% nos mercados depois de conhecidos os resultados na quarta-feira, já depois do fecho.

Já o euro continua uma trajetória de valorização face à moeda norte-americana. Pelas 21h55, a moeda europeia valorizava 0,49%, a ser negociada por 1,0556 dólares.

Nas commodities, e em contramão com a abertura de sessão, o barril de petróleo brent está a desvalorizar quase 1% (0,91%), a ser negociado por 76,47 dólares. Já o texani WTI acompanha a descida de forma mais controlada, a recuar 0,28% nos mercados, com cada barril a ser vendido por 71,81 dólares.

Recomendadas

Abordagem da Fed para controlar inflação anima Wall Street no fim da sessão

A bolsa de Nova Iorque fechou a sessão desta terça-feira, 31 de janeiro, com um sentimento positivo devido à abordagem da Reserva Federal (Fed) para controlar a inflação um dia antes da decisão política do banco central norte-americano. No início da sessão, o S&P 500 cresceu 1,46%, para 4,076.26 pontos, o tecnológico Nasdaq valorizou 1,67%, […]

Bolsa de Lisboa fecha sessão no ‘verde’ com BCP a liderar ganhos

As principais bolsas europeias terminaram divididas, com o DAX (Alemanha) e o CAC 40 (França) a registarem valorizações de 0,01%, enquanto o FTSE 100 (Reino Unido) perdeu 0,16% e o IBEX 35 (Espanha) depreciou 0,15%.

Wall Street arranca sessão com todos os índices no ‘verde’

A bolsa de Nova Iorque iniciou a sessão com sinais positivos nos três principais índices, apesar da queda das ações da McDonald’s.
Comentários