Wall Street encerra no vermelho penalizado pelo Dow Jones

Para a depreciação do Dow Jones contribuíram as farmacêuticas responsáveis pela produção de vacinas contra a Covid-19, num momento de grande instabilidade provocado pela variante Ómicron.

A bolsa de Nova Iorque encerrou sessão desta sexta-feira em queda com os principais índices a desvalorizar. Ao contrário do momento de abertura onde era especialmente penalizado pelas tecnológicas, no momento do fecho destaca-se o Dow Jones pela negativa.

Assim, Wall Street fecha com o Dow Jones a ceder 1,48% para 35.365,44 pontos, o tecnológico Nasdaq a recuar 0,07% para 15.169,70 pontos e o S&P 500 a perder 1,03% para 4.620,60 pontos.

Para a depreciação do Dow Jones contribuíram as farmacêuticas responsáveis pela produção de vacinas contra a Covid-19, num momento de grande instabilidade provocado pela variante Ómicron. A Pfizer perde 2,89% para 59,48 dólares e a Johnson&Johnson perde 2,76% para 168,23 dólares. As produtoras de petróleo não ficaram atrás em termos de perdas. A Exxon Mobil cai 2,23% para 60,00 dólares e a Chevron desvaloriza 2,53% para 113,69 dólares.

Por sua vez, o Nasdaq eu abriu sessão a recuar 1,17% continuou no vermelho, mas recuperou 1,1%. Enquanto a Pfizer negoceia no encarnado a Biontech, que produz em conjunto a vacina contra a Covid-19, avança 1,27% para 287,28 dólares. A Tesla soma 0,61% para 932,57 dólares e o Facebook, agora conhecido como Meta Platform, deprecia 0,33% para 333,79 dólares.

Recomendadas

PremiumBCE e Fed avaliam peso da subida de juros e ritmo pode abrandar nas próximas reuniões

As atas das mais recentes reuniões de política monetária na zona euro e EUA mostram uma preocupação de ambos os bancos centrais com o abrandamento da economia, dando esperanças de subidas menos expressivas dos juros nos próximos meses, embora os sinais neste sentido sejam mais fortes do outro lado do Atlântico.

Musk tinha um plano para o Twitter? Veja as escolhas da semana no “Mercados em Ação”

Conheça as escolhas da semana do programa da plataforma multimédia JE TV numa edição que contou com a análise de Nuno Sousa Pereira, head of investments da Sixty Degrees.

PSI encerra no ‘vermelho’ em contra ciclo com a Europa

Lá fora, as principais praças europeias negociaram maioritariamente em terreno positivo. O FTSE 100 valorizou 0,32%, o CAC 40 ganhou 0,08%, e o DAX apreciou 0,01%. O espanhol IBEX 35 manteve-se estável.
Comentários