Wall Street fecha com perdas à espera de novos dados do emprego norte-americano

Os três principais índices encerraram as negociações a encarnado. O Twitter ainda arrancou a sessão a subir, mas as ações da rede social acabaram por desvalorizar mais de 3% na sequência de Elon Musk, dono da Tesla que quer comprar a empresa, ter perdido os parceiros de investimento (Apollo Global Management e Sixth Street Partners) no negócio.

Reuters

A bolsa de Nova Iorque fechou a sessão desta quinta-feira em terreno negativo, na véspera de o governo de Joe Biden divulgar os números mensais do emprego nos Estados Unidos e um dia depois de o ADP Research Institute revelar que as empresas privadas norte-americanas criaram 208 mil postos de trabalho em setembro, mais do que as estimativas dos analistas.

Segundo os especialistas do Bankinter, estes dados macroeconómicos dão “argumentos à Fed para continuar a sua subida nas taxas de juro e mantê-las elevadas durante mais tempo”. “O RBA (Austrália) subiu as taxas de juro em 25 pontos base (versus 50 pontos base esperados)”, recordam, em research.

No encerramento das negociações em Wall Street, o índice industrial Dow Jones recuou 1,15% para os 29.926,94 pontos no término das negociações de hoje. Quanto ao índice financeiro S&P 500, perdeu 1,02% para os 3.744,80 pontos e o tecnológico Nasdaq caiu 0,68% para os 11.073,31 pontos. Por sua vez, o Russell 2000 desvalorizou 0,67% para os 1.751,45 pontos.

O Twitter ainda arrancou a subir, mas os títulos da rede social acabaram por resvalar 3,61% para 49,45 dólares na sequência de outro volte-face no negócio (ou hipotético negócio) com Elon Musk. Pouco mais de 24 horas depois de ter aceitado comprar o Twitter pelo preço inicial (44 mil milhões de dólares), o dono da Tesla perdeu os parceiros de investimento (Apollo Global Management e Sixth Street Partners), de acordo com a agência Reuters.

A Walmart também começou no ‘verde’, mas deslizou 0,94% para 131,67 dólares perante uma nova aquisição. “A retalhista adquiriu a Alert Innovation, uma empresa de automação robótica que desenvolve tecnologia de manuseamento de materiais para automatizar o atendimento de pedidos em cadeias de fornecimento no retalho. A Walmart trabalha com a Alert para personalizar a tecnologia para centros de atendimento de mercado desde 2016”, destaca Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp.

Por outro lado, as ações da Peloton dispararam 4% para 8,83 dólares, apesar de a empresa das bicicletas de ginástica ter informado que iria reduzir a força de trabalho em mais 12% (ou 500 empregos). O CEO, Barry McCarthy, disse ao “Wall Street Journal” que está vai dar seis meses à fabricante de equipamentos para exercício físico para a recuperação financeira.

A Pinterest, de partilha de fotografias, também valorizou 4,83% para 25,82 dólares à boleia de uma perspetiva de melhoria de tendência da rede social e de recomendação de compra da ação pelo Goldman Sachs.

Quanto às matérias-primas, o ‘ouro negro’ sobe mais de 1%. Ontem, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (OPEP+) anunciou o maior corte na produção de petróleo desde 2020, correspondente a 2 milhões de barris por dia. O preço do petróleo WTI, produzido no Texas, valoriza 1,45% para os 89,03 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent avança 1,70% para os 94,96 dólares por barril.

No mercado cambial, o euro está a depreciar 0,85% face à moeda dos Estados Unidos, para os 0,9798 dólares. Em relação à libra esterlina, a moeda de 19 países da União Europeia sobe 0,67% para 0,878 libras.

Recomendadas

Wall Street arranca semana em baixa

Assim, na abertura de Wall Street, o Dow Jones perde 0,62% para 34.217,92 pontos, o S&P 500 cede 0,69% para 34.217,92 pontos e o tecnológico Nasdaq recua 0,54% para 11.399,31 pontos. 

PSI cresce 2,5% em novembro e reforça valorização anual para 5,3%

O ranking mensal de aumento das cotações corresponde à Galp (14,7%), à Semapa (11,3%), ao BCP (5,7%), à EDP Renováveis (3,5%), à Greenvolt (3,2%), à EDP (2,1%), aos CTT (1,8%), à Mota-Engil (1,5%), à Jerónimo Martins (1%) e à Navigator (0,2%). 

Maxyield lembra que método contabilístico da Galp diminuiu a subida dos lucros numa altura de “windfall taxes”

O Clube dos Pequenos Acionistas entende que “os próximos relatórios de Governo Societário da Galp poderão produzir indícios sobre as razões da renúncia do CEO Andy Brown e papel do acionista Estado através da Parpública que detém 7,5% do capital, face às considerações públicas daquele sobre o impacto da windfall na companhia e na evolução do sector no país”. 
Comentários