Wall Street fecha em alta antes do Dia de Ação de Graças

A Best Buy, que comercializa equipamentos eletrónicos nos Estados Unidos, Porto Rico, México, Canadá e China, destacou-se por ter superado as estimativas do mercado e mantido o ‘outlook’ para as próximas férias. As ações da empresa valorizaram mais de 12%.

A bolsa de Nova Iorque fechou a sessão desta terça-feira em terreno positivo, após vir a público que o secretário da Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, e o ministro da Defesa chinês, Wei Fenghe, tentaram aliviar as tensões entre Washington e Pequim após a visita de Nancy Pelosi ao Taiwan no verão. É véspera de Dia de Ação de Graças para a maior economia do mundo.

Nos mercados financeiros norte-americanos, o índice industrial Dow Jones avançou 1,18% para os 34.098,10 pontos. Quanto ao índice financeiro S&P 500, somou 1,35% para os 4.003,25 pontos e o tecnológico Nasdaq ganhou 1,36% para os 11.174,41 pontos. Por sua vez, o Russell 2000 valorizou 1,13% para os 1.857,25 pontos.

A Best Buy, que comercializa equipamentos eletrónicos nos Estados Unidos, Porto Rico, México, Canadá e China, também se destacou por ter superado as estimativas do mercado e mantido o outlook para as próximas férias, apesar de a procura continuar abaixo dos picos registados durante a pandemia. As ações da empresa liderada por Corie Barry dispararam 12,76% para 79,86 dólares.

A Dell Technologies ‘saltou’ 6,79% para 43,86 dólares, dado que a empresa de hardware de computadores superou as previsões dos analistas no terceiro trimestre, embora tenha alertado para uma receita nos meses de outubro, novembro e dezembro mais fraca do que o previsto.

As ações da Disney caíram 1,39% para 96,22 dólares, apesar de o alemão Deutsche Bank ter reiterado a sua recomendação de compra (“buy”) do título, uma vez que não antecipa nenhuma mudança significativa na estratégia da empresa de entretenimento em termos de serviços/produtos para o consumidor. Ontem, a multinacional anunciou que Bob Iger iria voltar a ser CEO da Disney, substituindo Bob Chapek – uma notícia que os investidores ainda estão a processar, numa semana mais curta de negociações.

A Zoom continuou em queda, mais precisamente com uma desvalorização de 3,87% para 77,15 dólares.

Quanto às matérias-primas, o “ouro negro” sobe mais de 1%, embora continue abaixo dos 90 dólares por barril. O preço do petróleo WTI, produzido no Texas, soma 1,41% para os 81,17 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent avança 1,20% para os 88,50 dólares por barril.

“O petróleo caiu ontem à tarde depois de o Wall Street Journal ter noticiado que a OPEP+ está a considerar um aumento da produção. No entanto, o sentimento no mercado inverteu por completo, quando a Arábia Saudita negou as conversações sobre o aumento da produção e salientou que o atual acordo de redução da produção deverá continuar até ao final do próximo ano”, lembram os analistas da XTB, em research.

No mercado cambial, o euro aprecia 0,57% face à moeda dos Estados Unidos, para os 1,0299 dólares. Em relação à libra esterlina, a moeda de 19 países da União Europeia está na linha d’água com uma valorização de 0,04% para 0,8663 libras.

Relacionadas

Ações da Zoom caíram 90% em pouco mais de dois anos

Os títulos da empresa das videoconferências alcançaram o seu ponto mais alto em outubro de 2020. A tecnológica tem sido dificuldade em adaptar-se à realidade pós-pandemia e esta terça-feira as ações chegaram a desvalorizar 10%. A 1h30 do fecho da sessão, caíam 5,33% para 76 dólares.
Recomendadas

PremiumMercados somam e seguem

Índices acionistas encerram em alta em novembro, somando segundo ganho mensal consecutivo.

Wall Street encerra semana apenas com Dow Jones a negociar em terreno positivo

Ao final do dia em Wall Street, o Dow Jones soma 0,10% para 34.429,88 pontos, o S&P 500 perde 0,13% para 4.071,45 pontos e o tecnológico Nasdaq desvaloriza 0,18% para 11.461,50 pontos. 

Euro regista ligeira valorização e segue acima de 1,05 dólares

Lisboa, 02 dez 2022 (Lusa) – O euro subiu hoje ligeiramente e mantinha-se a negociar acima de 1,05 dólares, após a divulgação de números melhores do que o previsto sobre a criação de emprego nos Estados Unidos.
Comentários