Wall Street fecha em queda arrastada pelos títulos da banca

O banco Goldman Sachs fechou a perder 0,52%, mas o Citigroup deu um forte tombo: 2,27%, bem como o Bank of America que fechou com perdas de 2,68%. O Morgan Stanley caiu 1,61% e a Wells Fargo perdeu 1,98%. O JP Morgan Chase teve perdas mais ligeiras (-0,65%). O petróleo fechou em alta de quase 2%.

Wall Street fechou hoje em baixa, com uma descida de 0,28% do Dow Jones para 19.097,9 pontos. O S&P 500 caiu 0,53% para 2.201,72 pontos e o Nasdaq desvalorizou 0,56% para 5.368,81 pontos.

As acções da Visa foram as que mais caíram no índice Dow Jones, com uma quebra de 1,25% até aos 79,13 dólares. Também contribuíram as quedas da American Express que cedeu 1,02% até aos 72,12 dólares. Por outro lado, o S&P 500 foi arrastado pelo sector financeiro que registou perdas de cerca de 1%. O banco Goldman Sachs fechou a perder 0,52%, mas o Citigroup deu um forte tombo: 2,27%, bem como o Bank of America que fechou com perdas de 2,68%. O Morgan Stanley caiu 1,61% e a Wells Fargo perdeu 1,98%. O JP Morgan Chase teve perdas mais ligeiras (-0,65%).

O petróleo deu a volta às quedas e à hora de fecho de Wall Street fechou em alta de 1,8%, o petróleo West Texas, para 46,89 dólares. Os preços da matéria-prima estavam a ser pressionados pelo ceticismo dos investidores quanto a um acordo da OPEP na próxima semana. Mas  depois do ministro de Energia do Iraque ter dito que o país colaborará com a Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) para chegar a um acordo “aceitável para todos”. Tanto o barril de Brent como o de West Texas subiram cerca de 2%. A OPEP realiza a sua 171ª reunião em Viena, na quarta-feira.

Amanhã os EUA divulgam o PIB referente ao terceiro trimestre. Já na quarta-feira  a Reserva Federal (Fed) norte-americana publica o Livro Bege, enquanto que, na sexta-feira, os EUA revelam taxa de desemprego, relativa a novembro.

Recomendadas

Wall Street abre mista. Twitter desvaloriza com outro volte-face no negócio

Já as ações da Peloton estão a valorizar 3,35% para 8,82 dólares, apesar de a empresa das bicicletas de fitness ter informado que iria reduzir a força de trabalho em mais 12% (ou 500 empregos). A gigante do retalho Walmart avança à boleia de uma nova aquisição.

Lagarde com reconhecimento “pouco feliz” e a inflação na Alemanha a disparar. As escolhas da semana no “Mercados em Ação”

Estes e outros temas, como a saída do CEO da Galp, Andy Brown, são as escolhas da semana no programa da plataforma JE TV, conduzido pelo subdirector do JE, André Cabrita-Mendes.

Bolsa de Lisboa segue em terreno negativo a meio da sessão

No meio sessão seguem em terreno positivo apenas a Altri, que avança 0,20% para 5,09 euros, a Jerónimo Martins, que ganha 0,21% para 18,95 euros, e a Semapa, que sobe 0,16% para 12,28 euros.
Comentários