Wall Street ‘mista’ depois de Nancy Pelosi requerer que se proceda com as acusações contra Trump

A notícia do dia está no plano político. Nancy Pelosi, a democrata líder e speaker da Câmara dos Representantes, requereu ao Comité Judicial que proceda com as acusações contra Donald Trump, presidente norte-americano, por ter abuso de poder em benefício pessoal.

Reuters

Os três principais índices da bolsa de Nova Iorque iniciaram a sessão com leves ganhos mas estão agora com desempenho misto. Novidades sobre um acordo comercial entre os Estados Unidos e a China voltam a ter impacto no sentimento do mercado.

O S&P 500 cede ligeiramente 0,03%, para 3.111,70 pontos; o tecnológico Nasdaq avança 0,08%, para 8.573,73 pontos; e o Dow Jones perde 0,12%, para 27.617,95 pontos.

Na quarta-feira, uma notícia da “Bloomberg” avançou que Washington e Pequim estariam prestes a decidir sobre a quantidade de tarifas que iriam ser anuladas, um ponto essencial para as duas maiores economias mundiais selarem um acordo de ‘primeira fase’.

Ainda assim, os investidores estão de olhos postos no dia 15 de dezembro, data em que entra em vigor uma nova ronda de tarifas entre os EUA e a China.

Mas a notícia do dia está no plano político. Nancy Pelosi, a democrata líder e speaker da Câmara dos Representantes, requereu ao Comité Judicial que proceda com as acusações contra Donald Trump, presidente norte-americano, por ter abuso de poder em benefício pessoal.

No plano económico, o número dos norte-americanos que requereram o subsídio de desemprego em novembro caiu para 203 mil, o número mais baixo dos últimos sete meses, e cerca de 12 mil abaixo do que foi estimado pelos analistas.

Nas matérias-primas, o preço do petróleo está a subir numa altura em que o mercado espera por uma decisão final sobre a produção para 2020 dos países que integram a OPEP +. Espera-se que a OPEP anuncie cortes na produção de crude, o que irá impulsionar os preços do petróleo.

Em Londres, o barril de Brent negoceia nos 63,61 dólares, depois de valorizar 0,97%. Nos EUA, o West Texas Intermediate avança 0,77%, para 58,88 dólares.

Relacionadas

“Ações do presidente violaram seriamente a constituição”. Pelosi abre caminho para votação de impeachment a Trump

Nancy Pelosi refere que ficou claro após dois meses de investigação que Donald Trump “violou o seu juramento” e pressionou uma potência estrangeira para o “ajudar nas eleições de 2020”.
Guerra Comercial EUA-China

Estados Unidos e China vão chegar a acordo mas não será duradouro e robusto, antevê banco BiG

No ‘outlook’ para 2020, os analistas defendem que será improvável que Pequim e Washington cheguem a um consenso suficiente para reverter as taxas aduaneiras impostas antes.

Trump diz que negociações sobre acordo comercial correm “muito bem” e Wall Street sorri

As declarações do presidente dos EUA, Donald Trump, de que as negociações com a China sobre uma primeira fase de um acordo comercial estão a correr “muito bem”, ajudaram também a alavancar o setor da energia.
Recomendadas

Cotação do barril Brent para entrega em novembro baixa para 87,96 dólares

A cotação do barril de petróleo Brent para entrega em novembro terminou esta sexta-feira no mercado de futuros de Londres em baixa de 0,73%, para os 87,96 dólares.

Wall Street encerra sessão com principais índices a perder mais de 1,50%

No momento de fecho o Dow Jones recua 1,71%para 28.725,84 pontos, o S&P 500 cede 1,51% para 3.585,40 pontos e o tecnológico Nasdaq desvaloriza 1,51% para 10.575,62 pontos. 

PremiumAções com pior mês desde junho e pode não ficar por aqui

Libra em forte desvalorização e juros da dívida do Reino Unido disparam após polémico “mini-orçamento” de Liz Truss.
Comentários