Wall Street negoceia em leve alta numa Europa mista

Pelas 14h52 (hora de Lisboa), o tecnológico Nasdaq está a valorizar 0,16% para os 1.738,71 pontos, o empresarial S&P 500 avança o,12% para os 3.950,70 pontos e o industrial Dow Jones sobe 0,15% para os 31.182,54 pontos.

Os principais índices bolsistas norte-americanos negoceiam nesta quinta-feira em território ‘positivo’, numa semana marcada pela volatilidade (fortes quedas e leves recuperações) e após dados da produção industrial mostrarem um recuo no sector.

Pelas 14h52 (hora de Lisboa), o tecnológico Nasdaq está a valorizar 0,16% para os 1.738,71 pontos, o empresarial S&P 500 avança o,12% para os 3.950,70 pontos e o industrial Dow Jones sobe 0,15% para os 31.182,54 pontos.

Ramiro Loureiro, analista de mercados do Millennium Investment Banking, refere que a contração registada na produção industrial nos EUA leva a maiores receios de recessão económica por parte dos investidores.

No que diz respeito ao desemprego, o analista dá conta de que este cenário ofusca a indicação de que os pedidos de subsídio de desemprego recuaram mais do que o previsto na semana passada.

“No seio empresarial de notar a queda das ações da Adobe, que apesar de ter mostrado contas acima do esperado, anunciou um acordo de compra de uma startup, que os analistas consideram ter sido por um preço demasiado elevado”, conclui o analista. A empresa está neste momento a desvalorizar 13,87%.

No mercado petrolífero, o preço do ouro negro está a recuar, com o brent a descer 2,82% para os 91,45 dólares, e o crude a desvalorizar 2,80% para os 86,00 dólares.

No mercado cambial, o euro está a ter uma valorização de 0,22% face ao dólar, para os 0,9999 dólares.

 

 

 

Recomendadas

Wall Street regressa aos ganhos a meio da semana

A Apple destacou-se esta quarta-feira por afundar mais de 4%, na sequência de a gigante liderada por Tim Cook ter posto na gaveta o seu plano para aumentar a produção dos seus novos iPhones, mas as ações acabaram por encerrar a sessão com uma perda de pouco mais de 1%.

BCP cai 5% e arrasta bolsa de Lisboa para terreno negativo numa Europa mista

“O índice nacional esteve pressionado pela queda de 5% do BCP, numa sessão onde o setor Bancário demonstrou a pior performance na Europa”, escreveu o analista do Millennium BCP, Ramiro Loureiro, na sua análise de fecho de mercados.

CMVM publica cinco decisões de contraordenação, incluindo a coima de 75 mil euros à Orey Antunes

Na base das decisões da CMVM estão três processos por violação de deveres de atuação dos auditores. O processo contra a Orey Antunes por não ter divulgado os documentos de prestação de contas anuais e um processo por violação de deveres dos intermediários financeiros.
Comentários