WEBINAR: Como responder aos desafios da Pandemia?

No dia 27 de março às 15h vai ter a possibilidade de assistir ao webinar sobre o impacto do Coronavírus (COVID19) na economia portuguesa.

O crescente surto da pandemia em termos globais tem provocado um forte impacto em todo mundo e a todos os níveis.  É uma situação sem precedentes e para a qual não estávamos preparados.

Foi aprovado um conjunto de medidas excecionais e temporárias de resposta ao novo coronavírus, medidas essas que podem ser um pouco confusas para muitos portugueses. É neste contexto que a EY e a Sociedade de advogados RRP & Associados se decidiram juntar para em conjunto poderem providenciar algumas diretrizes sobre o conteúdo destas medidas.

O painel deste webinar será composto por Luís Marques, Country Tax Leader da EY, Carlos Lobo, Partner da EY e responsável pela área de política fiscal, Anabela Silva, partner Ey e responsável pela área de People Advisory Services, Francisco Hamilton, Associate Tax Partner da área de Quantitative Services da EY, Pedro Paiva, Tax Partner da EY e responsável pela área de Business Tax Services e finalmente Rodrigo Lourenço, Advogado Senior da RRP & Associados.

Aguardamos por si, dia 27 de março às 15h.

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com a EY.

Recomendadas

Digi e Cellnex celebram acordo para instalação de rede 5G em Portugal

Esta é a primeira informação oficial a surgir depois de a Digi ter investido mais de 67 milhões de euros na compra de licenças 5G no leilão da Anacom.

Mastercard quer oferecer soluções tecnológicas de pagamento que incluam criptomoedas

A Economista Responsável pelos Mercados da Europa, Médio-Oriente e África no Instituto Económico da Mastercard, Natalia Lechmanova, mostrou como os hábitos dos consumidores estão a alterar-se nas economias ocidentais, onde “as pessoas estão a dar cada vez mais prioridade às experiências e menos a “coisas”.

Mobilidade Sustentável: conheça a aposta da Schindler

Com a missão de ser cada vez mais sustentável, a Schindler estabeleceu para o ano de 2030 uma redução de 50% nas emissões de gases com efeito de estufa das suas atividades, com base nos dados de 2020.
Comentários