WEBINAR: O período pós-pandemia. Coloque já as suas dúvidas

Como se prepara um negócio para o período pós-pandemia? Esta e outras questões serão discutidas no dia 23 de abril às 15h. Envie já as suas dúvidas e os especialistas presentes neste webinar irão esclarecê-las. 

Além de uma crise humanitária e de saúde pública, o standby causado pela pandemia do novo coronavírus obriga executivos em todo o mundo a encarar desafios enormes nos seus negócios: colapso na procura, alterações significativas ao nível da regulamentação, interrupções na cadeia de fornecimento, desemprego e lay-off, recessão económica e uma incerteza generalizada.

Tal como a crise de saúde pública, esta crise na indústria necessita de soluções: respostas ad-hoc não vão resolver tudo e as organizações precisam de começar a pavimentar um caminho de recuperação.

Neste sentido, queremos perceber neste webinar como se prepara um negócio para o período pós-pandemia.

O painel será composto por Paulo Mendonça, Partner EY, Tax Services, Hélder Pinheiro, Senior Manager EY, Tax Services e Pedro Simões Pereira, Senior Manager EY, Tax Services.

Envie as suas questões sobre o tema para: pos_pandemia@jornaleconomico.com.

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com a EY.

Recomendadas

TAP: Sindicato fala em adesão total à greve de tripulantes até às 08:30

“O balanço é prematuro, uma operação da TAP inicia-se por volta das 05:30 da manhã, o que sabemos até à data é que nenhum voo saiu sem ser serviços mínimos ou Portugália, portanto até agora a adesão é total”, disse à Lusa o presidente do SNPVAC, Ricardo Penarroias, no aeroporto de Lisboa, cuja operação, às primeiras horas da manhã, funcionava dentro da normalidade.

Ocean Winds vence leilão e vai desenvolver projeto eólico offshore flutuante até 2 GW na Califórnia

A Ocean Winds – um consórcio da EDP Renováveis e da francesa Engie – e o Canada Pension Plan Investment Board vão desenvolver um projeto eólico offshore ao largo da costa central da Califórnia, comunicou esta manhã a EDP à CMVM. Em causa está uma licença com direitos de gestão de 32,5 mil hectares naquela área.

EDP conclui venda da central hidroeléctrica de Mascarenhas no Brasil

Com esta transação, a EDP reduz o peso da geração convencional e, nomeadamente, da exposição hídrica no Brasil, em linha com o plano estratégico 2021-2025 apresentado ao mercado em fevereiro de 2021.
Comentários