Zoom Out. GoPro vai despedir 15% da sua equipa

O fabricante norte-americano de câmeras digitais inicia um novo plano de reestruturação.

A GoPro anunciou um novo plano de reestruturação para reduzir gastos operativos em 650 milhões de dólares (cerca de 611 milhões de euros) que incluirá o despedimento de 15% dos seus funcionários.

Em comunicado, a companhia norte-americana detalhou que este plano inclui o encerramento da divisão de entretenimento, a redução das instalações e a supressão de 200 postos de trabalho a tempo inteiro.

O fabricante calcula que este plano terá um custo entre 24 e 33 milhões de dólares que serão aplicados aos resultados do quarto trimestre, sendo que 13 a 18 milhões destinam-se apenas ao despedimento de funcionários.

“A procura pela GoPro por parte dos consumidores é sólida e temos estreitado o nosso foco para nos concentrarmos no nosso negócio principal”, revelou o fundador e conselheiro-delegado da GoPro, Nicholas Woodman.
Recomendadas

Costa contraria ideia de empobrecimento e afirma que Portugal está a crescer mais do que Alemanha, França e Espanha

Dados de Costa surgem dias depois das previsões de Outono da Comissão Europeia, cujas mais recentes previsões indicam que em 2024 a Roménia ultrapassará Portugal no ranking de desenvolvimento económico da UE.

Macau renova licenças às seis atuais operadoras de casinos no território

MGM Grand Paradise, Galaxy Casino, Venetian Macau, Melco Resorts (Macau), Wynn Resorts (Macau) e SJM Resorts viram as propostas aprovadas.

PremiumOCDE deixa quatro recados a Portugal, do PRR ao orçamento

A OCDE está menos otimista do que estava no verão quanto à evolução da economia portuguesa no próximo ano, tendo revisto em baixa a previsão de crescimento do PIB. Aproveitou também para alertar para a importância do PRR e da consolidação orçamental.
Comentários