acordo nuclear

Irão acusa EUA de tentarem impor novas condições ao acordo nuclear

O acordo nuclear assinado em 2015 limitou o programa nuclear do Irão, destinado a impedir que Teerão tenha capacidade para obter uma bomba atómica, em troca do levantamento das sanções económicas.

China reforça cooperação estratégica com o Irão

O ministro dos Negócios Estrangeiros da China, Wang Yi, e o seu homólogo iraniano, Hossein Amir-Abdollahian, anunciaram na sexta-feira o estabelecimento do acordo, durante uma reunião em Wuxi, no leste da China, disse o Ministério dos Negócios Estrangeiros de Pequim, em comunicado.

Ministro iraniano aterra de surpresa em Biarritz para reunião com homólogo francês

O ministro dos Estrangeiros iraniano aterrou ao início da tarde na cidade francesa onde decorre a reunião do G7, a convite do presidente Emanuel Macron.

Daimler suspende planos de expansão no Irão por causa das sanções dos EUA

As sanções em causa entram hoje em vigor, na sequência da decisão dos EUA de anularem o acordo nuclear que tinham firmado com o Irão em 2015.

França considera “inaceitável” sanções dos EUA a empresas que negoceiam com o Irão

Jean-Yves Le Drian, ministro dos Negócios Estrangeiros de França, realça que as empresas europeias não devem pagar pelas decisões tomadas pelos norte-americanos, em entrevista ao “Le Parisien”.

Subida do preço do petróleo devido ao Irão penaliza a Europa

A subida do valor da matéria-prima com o anúncio que os EUA vão sair do acordo nuclear é consensual entre os analistas. O Commerzbank sublinha que enquanto o país liderado por Trump não deverá ser penalizado, para os países europeus, a história é outra.

Respostas Rápidas: como é que a decisão de Trump sobre o Irão afeta os mercados?

Os EUA vão sair do acordo nuclear com o Irão, criando mais um foco de tensão no Médio Oriente e dúvidas sobre a possibilidade de sanções ao país. O mercado petróleo é o maior afetado (com um disparo dos preços da matéria-prima), mas não o único.

Respostas Rápidas: o que vai acontecer ao acordo nuclear com o Irão?

A saída dos Estados Unidos do acordo nuclear com o Irão tem obrigatoriamente que promover alterações, já que mais não seja na correlação de forças entre as partes envolvidas.

Obama considera que Trump cometeu um “grande erro” em rasgar o acordo nuclear com o Irão

Barack Obama considera que o “constante desrespeito pelos acordos internacionais” pode “levar a uma perda de credibilidade” dos Estados Unidos no contexto diplomático.
Ver mais artigos