AK-47

Presidente checo exibe Kalashnikov “para jornalistas” em conferência de imprensa

O sucedido foi interpretado como uma afronta direta aos jornalistas e à liberdade de imprensa, que deixa muito a desejar no país.

Kalashnikov contrata mais 1700 pessoas e a culpa é da AK-47

Empresa russa vai criar 1700 postos de trabalho e aumentar o staff de produção em 30%, revela comunicado. A AK-47 é a arma preferida dos grupos terroristas e movimentos rebeldes.