APAV

Clara de Sousa vítima de perseguição. Casos de ‘stalking’ subiram em 2021

A pivô da SIC estava a ser perseguida e ameaçada há três meses. Clara de Sousa foi alvo de tentativa de agressão por parte de uma mulher, munida de um martelo, que tentou entrar na SIC e acabou detida. A jornalista é a mais recente figura pública que é vítima de stalking, um crime cujos números voltaram a subir. No ano passado, a APAV recebeu 253 queixas, mais 14 do que em 2020.

Madeira: APAV recebeu 22 queixas de idosos nos últimos dois anos

A violência contra as pessoas idosas é cometida na maioria das vezes por familiares ou pessoas próximas das vítimas, onde se incluem os cuidadores.

Quase 1500 crianças vítimas de crime em 2019, afirma APAV

Relativamente ao perfil das vítimas, os dados da APAV revelam que 61,9 por cento são do sexo feminino com média de idades de 11 anos e que em 27,3 por cento dos casos o autor do crime é pai ou mãe.

Presidente da República considera “intolerável a violência doméstica”

Numa visita a instalações da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), o Chefe de Estado considerou que “Portugal e os portugueses” tratam o tema da violência doméstica da forma que tem de ser tratado.

Altice junta-se à APAV contra a violência doméstica

“Esta é uma nova forma de fazer intervenção social neste país”, afirmou o presidente executivo da Altice Portugal, Alexandre Fonseca.

Brandos costumes

A violência doméstica não é fruto de meia dúzia de malucos que não se sabem comportar, é o resultado de uma sociedade profundamente machista, em que as mulheres são ainda vistas como propriedade do macho da relação.

APAV apoiou quase 4.700 crianças nos últimos cinco anos

Das situações reportadas à APAV, 74% dizem respeito a atos de violência em contexto doméstico, tendo maior expressão as situações de violência psicológica e de violência física.

APAV registou mais de 16 mil crimes de violência doméstica em Portugal em 2017

O relatório estatístico anual da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, referente a 2017, mostra que houve 40.928 atendimentos, onde foi possível identificar 9.176 vítimas e 21.161 crimes e outras formas de violência, como 113 casos de bullying e 25 de cibercrime.
Ver mais artigos