ARS de Lisboa

IGF deteta irregularidades nas contas da ARS de Lisboa quando era dirigida pela atual secretária de Estado da Saúde

Em causa está uma dívida da ARS de Lisboa, datada de 2016, que terá sido subavaliada em 183 milhões de euros. Nessa altura a ARS de Lisboa era presidida por Rosa Matos Zorrinho, atual secretária de Estado da Saúde e mulher do eurodeputado socialista Carlos Zorrinho.