ativistas

Psicografia da independência de Angola

O Executivo passou a exercer uma espécie de biopoder que lhe garante o controlo sobre a vida e a morte dos cidadãos, principalmente dos críticos do estado de coisas actuais.

Diário da COP26: onde se sente esperança e inquietação face ao futuro

O Fundo Verde tem de servir para garantir o apoio eficaz à proteção das florestas e dos países mais desfavorecidos. As palavras de ordem? Para uns, esperança. Para outros, mais ação e comprometimento.

De boas intenções está o inferno cheio

A falta de racionalidade do ativismo, debate e política ambiental, cujos atores cedem facilmente a ideias atrativas sem considerarem todas as implicações é um paradigma que urge quebrar.

PSD/Lisboa demarca-se de Rui Rio e diz que há racismo em Portugal a ser “infelizmente” normalizado

Ao contrário do que tem sido defendido pela direção de Rui Rio, o presidente da concelhia do PSD/Lisboa considera que há racismo (e xenofobia) em Portugal e que estes problemas estão “infelizmente a caminho da normalização”. “Condeno o racismo, a xenofobia e todas as formas de exclusão em todas as suas vertentes”, diz Luís Newton.

Uma mão-cheia de nada

Quando as instituições e os atores ‘mainstream’ não encontram respostas adequadas e satisfatórias, o mais provável é que surjam movimentos mais extremados e prontos a agir, tal como a jovem sueca.

112 Clima

A responsabilidade é de todos os cidadãos nas escolhas políticas que fazem, na participação cívica e na exigência de resultados concretos através da indução de comportamentos coletivos.
Ver mais artigos