BFA

Ex-vice-presidente do BFA alertou regulador angolano para “incumprimento grave” das normas bancárias

O ex-vice-presidente do Banco de Fomento Angola (BFA), António Domingues, que apresentou demissão na semana passada, alertou o regulador angolano para o “incumprimento grave” das normas do setor bancário por parte de um vogal executivo da instituição financeira.

Comissão Europeia alerta para exposição da banca portuguesa a Angola

A Comissão Europeia alertou esta quarta-feira para a exposição da banca nacional às geografias que dependem altamente dos preços das matérias-primas, nomeadamente do preço do petróleo, o que poderá ter impacto na qualidade do crédito dos empréstimos concedidos a estas regiões.

Lucros do BFA caem 51% em 2019 para 344,5 milhões de dólares

Isabel dos Santos é acionista do BFA através da Unitel, a principal operadora de telecomunicações de Angola. A filha do ex-presidente angolano, José Eduardo dos Santos, tem 25% do capital da Unitel, mas a participação foi arrestada pelo Tribunal Provincial de Luanda em dezembro de 2019.

Lucros do BPI caem 52%, para 253,6 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano

Para este resultado consolidado, o BFA de Angola contribuiu com 86,4 milhões de euros e o BCI, em Moçambique, gerou 14,5 milhões de euros.

Minoritários do BPI pedem impugnação da decisão de venda do BFA

Pequenos acionistas que integram a associação ATM apresentaram um ação judicial onde pedem a nulidade das decisões da AG do BPI de 13 de dezembro, onde foi votada a venda dos 2% do BFA à Unitel.

Assembleia Geral do BPI aprova venda de 2% do BFA à Unitel

A operação, que segundo o BCE deverá resolver o problema da exposição aos grandes riscos de Angola, foi aprovada por 83,23% dos votos expressos na reunião magna do BPI no Porto.

OPA do CaixaBank ao BPI tem autorização do Banco Nacional de Angola

A OPA do CaixaBank já pode finalmente ser registada. A autorização do BNA que faltava foi concedida. O BNA dá autorização a que CaixaBank compre indirectamente 48,1% do BFA.

Unitel pagou tranche de 30 milhões de dólares ao BPI

O Banco BPI informou agora o mercado que, em 9 de Dezembro de 2016, a Unitel pagou ao Banco BPI, junto do seu banco correspondente internacional para dólares norte-americanos, os 30 milhões de dólares que faltavam pagar pelos 49,9% do BFA vendidos em 2008.

BPI avisa acionistas: Venda de 2% do BFA é “única solução” para cumprir com BCE

Venda de 2% do BFA é a “única solução” para cumprir as exigências do BCE face a Angola, acrescentando que o problema tem de ser resolvido rapidamente ou o banco será penalizado, garante administração do BPI.
Ver mais artigos