brinquedos

Brinquedos didáticos e ecológicos que fazem a diferença

Estimular as crianças longe de ecrãs e sem atacar o planeta para que não troquem a fantasia, o sonho e o mundo do faz-de-conta pela tecnologia.

Fique a saber que cuidados deve ter na escolha de um brinquedo para oferecer aos mais novos

Escolher o brinquedo adequado à criança que o receberá não é tarefa fácil. Além do preço, muitas vezes fora do nosso orçamento, há a questão fundamental da segurança do próprio brinquedo.

Gaming registou aumento das vendas de 35% durante o confinamento este ano

Também as telecomunicações sofreram com o confinamento, passando de crescimentos de 14% antes do início da pandemia para quedas de mais de 20% durante o confinamento.

Escolher um brinquedo não é brincadeira, alerta Deco

Escolher o brinquedo adequado à criança que o receberá não é tarefa fácil. Além do preço, muitas vezes fora do nosso orçamento, há a questão fundamental da segurança do próprio brinquedo.

Maior fortuna da Índia compra histórica Hamleys

O homem mais rico da Índia Mukesh Ambani desembolsou 70 milhões de libras, o equivalente a 81 milhões de euros, pela histórica empresa de brinquedos londrina.

Toys “R” Us: estes são os planos da direção portuguesa para a Península Ibérica

A nova direção da Toys “R” Us na Península Ibérica, liderada pelo diretor executivo Paulo Sousa Marques, anunciou hoje a nova estratégia, o plano de expansão e a intenção de manter os 1300 postos de trabalho na Península.

Amazon pode adquirir algumas lojas da Toys “R” Us

A Amazon é vista como uma das principais responsáveis pelo desastre da Toy “R” Us, tendo em conta que a expansão das suas vendas online e a pressão dos seus preços, obrigou a repensar o negócio da cadeia de brinquedos.

Barbie faz 59 anos. Sabia que há uma da Expo 98 e que já foi vestida por portugueses?

A boneca mais famosa do mundo foi lançada na Feira Anual de Brinquedos de Nova Iorque, a 9 de março de 1959. Desde aí, vendem-se três bonecas por segundo.

De onde vêm os brinquedos que compramos?

A China é a principal fonte não-europeia de compras de brinquedos ao exterior, com 85% do total. O valor de brinquedos importados para a União Europeia cresceu quase 70% nos últimos dez anos, segundo o Eurostat.
Ver mais artigos