Câmara de Davao

Presidente das Filipinas acusado de dirigir “esquadrões da morte” para eliminar oposição

A confirmação da existência do grupo por Arturo Lascañas vem agora dar um novo ímpeto às investigações e comprovar as declarações de outro ex-membro dos esquadrões, Edgar Matobato, que em dezembro já tinha acusado Rodrigo Duterte de ter sido o mentor de vários assassínios em Davao.

“Se conseguirem provar que desviei fundos públicos apresento a demissão imediatamente”, diz o presidente das Filipinas

O senador Antonio Trillantes acusa Rodrigo Duterte de ter elevadas somas de dinheiro não declarado em contas bancárias, fruto de desvios de dinheiros públicos levados a cabo entre 2005 e 2006, enquanto era presidente da Câmara de Davao.