crédito ao consumo

Imposto do Selo: o que é e porque existe em todos os créditos?

O Imposto do Selo é uma taxa ou mesmo um valor fixo, em euros, e está presente em diversas situações. Descubra quais são e quando existe isenção.

Crédito ao consumo subiu 13,5% antes da pandemia Covid-19

O crédito para a compra de carro cresceu 233 milhões, mais 8% que em fevereiro do ano passado, em 16.605 novos contratos. Já o crédito de cartões e descoberto bancário somou mais 107 milhões de euros, traduzindo-se uma subida de 15,9%, em 79.089 novos contratos.

Banco de Portugal aprovou 4 mil pedidos para atividade de intermediação de crédito

Cerca de 79% dos pedidos para o exercício da atividade de intermediário de crédito foram autorizados pelo Banco de Portugal (BdP), disse Luís Máximo dos Santos, vice-governador do BdP. Mas, no final de 2018 e início de 2019, o crédito ao consumo tem crescido a um ritmo mais lento, por comparação com os anos anteriores. Ainda assim, Máximo dos Santos salientou que é “inútil diabolizar” o crédito ao consumo, sendo antes necessário “regulá-lo e fiscalizá-lo”.

Novos créditos ao consumo aumentam 9,6% em julho

Em julho, foram emprestados 595,3 milhões de euros, mais 52 milhões face a julho do ano passado. A maior fatia destinou-se a novos créditos ao consumo automóvel: 283 milhões de euros.

Bancos portugueses prevêem ligeiro aumento do crédito às famílias

Depois de terem identificado um ligeiro aumento na procura de crédito à habitação e ao consumo pelas famílias portugueses no terceiro trimestre, os bancos lusos prevêem que a tendência se manterá no último trimestre do ano.

Banco de Portugal: Crédito ao consumo aumenta em março

O Banco de Portugal divulgou os mais recentes dados respeitantes ao crédito ao consumo em Portugal, que apontam para uma nova subida deste indicador no mês de março.

Lloyds compra negócio de cartões ao Bank of America por 2,26 mil milhões

É a primeira aquisição do banco desde que é liderado pelo português António Horta Osório.

Bancos promovem venda de vinhos, diamantes e terços a crédito

A Caixa Geral de Depósitos e outras instituições financeiras enviaram um catálogo de jóias para os clientes pagarem a crédito, com juros que podem atingir os 17,3%.
Ver mais artigos