cúmplices

Desapareceram? Faltou a ética!

As instituições desaparecem pela falta de ética, pela sensação de impunidade de quem lidera e pela complacência dos que deveriam funcionar como contrapeso, e que são tornados cúmplices.

Não há almoços grátis…

No ‘caso Isabel dos Santos’ ninguém viu nada mas, neste momento, todos criticam, incluindo o Banco de Portugal. É uma pena que seja tão lesto no que se reporta aos pequenos devedores e deixe escapar os monstros.