custo laboral

Salários: Patrões gastam mais no segundo trimestre de 2017

O custo laboral cresceu em Portugal no segundo trimestre deste ano, avança o Eurostat. O aumento homólogo foi de 2,9%, bem acima da média da zona Euro e da União Europeia, que registaram aumentos de 1,8% e 2,2% respetivamente. Ainda assim, foi menor que o registado no trimestre anterior.

Zona euro: trabalhar em Portugal significa receber menos de metade do salário

O Índice de Custo Laboral do Eurostat revela que Portugal está entre os países com maiores aumentos na Zona Euro. No entanto, os trabalhadores continuam a receber menos de metade da média dos países da moeda única.