défice orçamental

Revisitar o passado

A vida irá tornar-se mais cara, não só por causa dos embargos que se vão seguir, mas porque vamos ter que gastar mais em segurança – aquilo que Trump quis impor vai agora ser natural.

A vaca fria

Édouard Philipe, ex-primeiro-ministro francês e atual Presidente da Câmara do Havre, defende uma regra simples, mas eficaz: que a dívida aumente mais devagar que o PIB.

Pandemia levou Portugal a défice de 5,7% do PIB no primeiro trimestre

O saldo das Administrações Públicas atingiu os 5,7% do PIB no primeiro trimestre, acima dos 1,2% registados em igual período do ano passado, reflexo sobretudo do aumento da despesa total de 11,2%.

Pandemia atira défice para 5,7% em 2020, mais baixo do que o esperado no Orçamento

O impacto da pandemia nas contas públicas traduziu-se num regresso aos défices elevados. Em 2020, as adiministrações públicas registaram um défice de 5,7% do PIB, abaixo das previsões do Governo.

Portugal teve o terceiro maior défice da zona euro no terceiro trimestre

Os défices na zona euro caíram para 5,8% do PIB no terceiro trimestre do ano passado, em termos ajustados de sazonalidade. O défice de Portugal igualou o de Espanha e fixou-se acima da média dos países da moeda única.

Uma semana difícil para a economia

Antecipa-se uma maior compreensão da Europa pelo agravamento temporário dos deficits orçamentais. Em 2021, a possibilidade de um orçamento retificativo espreita já no horizonte.

Reuters compara economia portuguesa a comboio em risco de descarrilar

Artigo diz que melhoria nos indicadores esconde fragilidades económicas decorrentes da falta de investimento público ao longo dos últimos anos.

Vítor Gaspar: “A dívida continua a ser uma responsabilidade nacional”

Em entrevista ao “Jornal de Negócios”, o atual diretor do departamento de assuntos orçamentais do FMI defende que o défice orçamental não importa assim tanto e é preferível o país se concentrar na dívida pública.

Espanha: Sánchez eleva em meio ponto percentual o objetivo de défice orçamental

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, anunciou hoje no parlamento um aumento de meio ponto percentual do objetivo de défice orçamental do país para 2018 e 2019, respetivamente para 2,7% e 1,8% do PIB.
Ver mais artigos