Dia Mundial da Poupança

Poupar ou poupar, eis a questão

Parece desadequado falar em poupança em plena crise pandémica que é já uma crise de rendimentos para muitas famílias, mas é nas alturas mais exigentes que se tomam as decisões mais importantes.

Desde 1961 que as famílias portuguesas não poupavam tão pouco

Dados atualizados da Pordata revelam uma conta de um peso da poupança no rendimento disponível a um valor não visto em 57 anos. A poupança dos portugueses correspondeu a 4,5% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2018.

Taxa de poupança das famílias portuguesas está a níveis historicamente baixos, alerta DECO

A maior parte das famílias não tem sequer um fundo de emergência, montante que serve para fazer face a dificuldades e situações imprevistas, como de doença ou desemprego.

Amanhã é Dia Mundial da Poupança. A DECO deixa-lhe três ideias para poupar

Comece por realizar o seu orçamento mensal, contrabalançando os seus rendimentos e as suas despesas, avaliando o seu equilíbrio financeiro. Vai ver que é possível pré-definir o montante de que poderá dispor, após o pagamento das despesas fixas. É com esse capital que iniciará a poupança, que certamente irá render.

“Negoceie a carteira”. Seis dicas para poupar dinheiro com os seus seguros

É possível poupar dinheiros nos seguros, mas para isso temos de querer e de seguir algumas etapas. Para poupar tempo e para não se chatear com burocracias recorra a profissionais experientes. Depois, ofereça-se um presente com a poupança conseguida. Siga estas e outras dicas de João Raposo, fundador e administrador do Grupo Reorganiza, na semana em que se celebra o Dia Mundial da Poupança.

Euronext: “É importante refletir se a poupança é compatível com as necessidades de consumo futuro”

A par de um ajustamento das expetativas quanto às pensões do Estado, a administradora Isabel Ucha considera que seria necessária uma evolução para um regime com uma componente privada de financiamento das pensões e para um regime de capitalização.

Dia Mundial da Poupança: seis razões para investir na sua educação financeira

O BiG – Banco de Investimento Global explica porque é que investir nesta matéria pode ser determinante para aumentar a independência financeira dos portugueses, que continuam a reconhecer baixos níveis de literacia.

Combustíveis: Escolher o posto certo vale poupança de 540 euros por ano

Numa família com dois automóveis, com um consumo mensal de 180 litros, escolher o posto mais barato pode valer uma poupança de 540 litros por ano. No Porto consegue poupar-se mais que em Lisboa.

Como poupar no crédito pessoal

Renegociar o crédito ou transferi-lo para outra instituição financeira pode ser a chave para poupar. A consolidação dos vários créditos do agregado também permite poupanças de monta.
Ver mais artigos