EPE médicos

Horas extraordinárias dos médicos pagas a 100% a partir de julho

Sindicato Independente dos Médicos considera medida “discriminatória” dado que trabalhadores das entidades públicas empresas, à excepção dos médicos, tiveram já em Janeiro a reposição integral do pagamento das horas extra.