fundos comunitários

A benefício da regionalização a pressa nunca será “boa conselheira”

Não serão os autarcas que reivindicam mais ampla latitude de decisão política, aqueles que acabam por não ser adeptos de qualquer processo da regionalização?

Olhemos para o essencial

Estamos muito aquém do que devíamos na execução dos fundos do PRR, e uma preocupação legítima é a de se alguma vez os conseguiremos utilizar na totalidade. Neste contexto, é de grande relevância o país ter uma task-force ativa, e mais interventiva, na gestão dos fundos comunitários.

Características sócio-demográficas maioritárias do eleitorado ditam governação

Com franqueza, não estou a ver condições para grandes choques reformistas e necessariamente “agitados” nos próximos tempos.

Governo admite atualizar medidas de combate à inflação

Mariana Vieira da Silva indicou, em declarações ao jornalistas, que o Governo espera ter fechado com Bruxelas o acordo de parceria do PT2030 até ao final de junho. Sobre a inflação, insiste que é um fenómeno temporário, mas admite que as medidas de respostas venham a ser ajustadas.

Primeiro desembolso do PRR é pago hoje a Portugal

Na data em que se celebra o Dia da Europa, Portugal recebe o primeiro desembolso das verbas do Programa de Resiliência e Recuperação. Em causa está um cheque de 1,16 mil milhões de euros.

IP assina contrato de 25,4 milhões de euros para eltrificação da linha do Algarve

A empreitada foi atribuída aos espanhóis da Comsa, mas só irá arrancar no terreno após o visto prévio do Tribunal de Contas.

Programa de governos

Entre outras políticas urgentes, é forçoso que o desenvolvimento do interior se torne grande objectivo nacional, através não apenas do investimento público mas também, e sobretudo, do estímulo ao investimento privado.

PS promete estar atento à aplicação das verbas comunitárias e do PRR na Madeira

O PS refere que a região deve aproveitar as verbas vindas da União Europeia e do PRR para executar projetos adiados. O líder parlamentar dos socialistas madeirenses considera que esse dinheiro deve ser utilizado para a “diversificação da economia, criação de emprego, com salários mais justos, e iniciar um ciclo virtuoso de desenvolvimento”.

Coesão territorial, uma aposta cada vez mais premente

Sem emprego, não é possível fixar pessoas e aqui o investimento privado deve poder contar com todos os instrumentos que estão ao dispor para alavancar a economia e gerar novos postos de trabalho.
Ver mais artigos