GES

Manuel Pinho afirma que perdeu uma “fortuna incalculável” por ter sido ministro da Economia

Manuel Pinho está a ser investigado desde 2017, por suspeitas de corrupção envolvendo a EDP e o Grupo Espírito Santo, e encontra-se, desde quinta-feira, em prisão domiciliária, tenho sido alvo da mais alta caução da justiça portuguesa, de seis milhões de euros.

Manuel Pinho crítica Justiça portuguesa. “É a chamada Justiça totoloto”

Sobre a mulher, que também foi constituída arguida no caso EDP, Manuel Pinho considerou-a “uma mulher fantástica que passou por um momento muito difícil”.

Manuel Pinho: “Nego ter recebido um euro que seja do BES ou do GES” 

O antigo governante considerou também que seria “totalmente insuportável se algum dia fosse provado” que favoreceu “a EDP ou o BES ou seja quem for”

Histórias

Os media de referência produzem, com a regularidade de um relógio suíço, notícias e comentários que ocultam a generalizada co-responsabilidade de PS e PSD em muitos dos graves e grandes problemas que o país enfrenta.

BES usou sucursal na Zona Franca da Madeira para se financiar na Venezuela e Angola

As empresas venezuelanas chegaram a ter quase sete mil milhões de dólares no BES, que depois eram reinvestidos no GES, servindo de almofada de liquidez para financiar o Grupo Espírito Santo.

Colapso do BES: “Cinco anos volvidos após ter sido desvendada a maior fraude e pirâmide financeira da nossa história, ninguém foi preso ou sequer julgado”

Álvaro Santos Pereira foi bastante crítico da atuação da justiça e dos partidos políticos, defendendo que a grande dimensão do processo está a ser um obstáculo para que se faça justiça. “Em parte, a lentidão deve-se à dimensão do processo. Mas, por que não fazer como noutros países, dividindo os mega processos por áreas?”, defendeu.

Ricardo Salgado tem fortuna avaliada em 1.200 milhões de euros

O valor é revelado em documentos enviados pelas autoridades judiciárias da Suíça para a Operação Marquês, avança o jornal Correio da Manhã.

Tribunal condena Salgado a pagar 3,7 milhões. Ex-banqueiro tem “pronunciada irresponsabilidade social”, diz o acórdão

Segundo o Tribunal da Relação, a conduta de Ricardo Salgado é reveladora de uma “pronunciada irresponsabilidade social”. 

Ricardo Salgado vai ser hoje ouvido no caso das rendas da EDP

A audição está marcada para a manhã desta terça-feira, 2 de Outubro, no Departamento Central de Investigação e Ação Penal de Lisboa. Na mira da justiça está uma alegada avença mensal de 15 mil euros do saco azul do GES ao ex-ministro Manuel Pinho enquanto era governante.
Ver mais artigos