guerras

Começar 2023 com uma aventura espacial e música ao vivo?

Vem aí “Star Wars: O Regresso de Jedi”, com a mítica banda sonora do compositor John Williams interpretada ao vivo pela Orquestra Gulbenkian. Em janeiro, a Força estará com o público.

Livro: “Nus, Ferozes e Antropófagos”

Era uma vez um mercenário alemão no Brasil… Poderia ser o começo de uma estória, mas não é. Apenas serve de breve pista sobre o autor que serviu as coroas portuguesa e espanhola do outro lado do Atlântico.

O outro lado da história

A votação na Assembleia Geral da ONU relativamente à condenação da Federação Russa pela guerra na Ucrânia leva-nos a crer que reflete a vontade de [ alguns países] desalinharem pela neutralidade, receando o regresso da bipolaridade na Ordem Internacional.

Japão, de país ocupante a país ocupado

Uma viagem ao passado dá-nos uma ideia do Japão do presente. Um país que foi desarmado e desmilitarizado, inimigo dos EUA transformado em seu aliado.

Trincheiras, picadas e paragens de autocarro

Se o efeito da pandemia na economia é quantificável, traduzindo-se em indicadores arrepiantes apesar dos apoios públicos e da resiliência de empresários e trabalhadores, estão por apurar as sequelas nos portugueses.

O futuro da NATO no Iraque

Não é por acaso que Trump acusou a NATO de obsolescência. Não por querer terminar com a Aliança, como defendido por muitos analistas, mas por não ser suficientemente utilizada nas ‘suas guerras’, e assim contribuir para aliviar o erário americano.
Ver mais artigos