ICM

Famalicão: Setor agroalimentar vale 337 milhões de euros

Segundo esses dados, neste concelho havia no final desse ano 167 empresas (mais 3% que em 2015) a trabalhar neste setor, com destaque para a Vieira de Castro, Primor, Porminho, ICM e Campicarn, por exemplo.