juros

A insustentável dívida

O risco da degradação e da perda de oportunidades que os apoios europeus oferecem é grande. Não podemos facilitar nem adiar problemas.

BCE 2023, quo vadis?

Os juros já subiram muito em 2022 e um movimento da mesma magnitude no próximo ano é bastante improvável, mas é natural a apreensão dos agentes económicos. Provável é que os juros continuem a subir.

Desafios e muitas dúvidas

Talvez tenha chegado a hora de sermos audazes e descobrirmos novas fórmulas que permitam que se cumpra Portugal. Para que os portugueses possam acreditar mais nas instituições, na justiça, na equidade, na proporcionalidade e no equilíbrio do Estado Social.

O Estado em todo o lado

Durante a pandemia, governos e cidadãos tomaram o gosto pela intervenção estatal. Se há uma oportunidade, o Estado interfere. Se houver receios, o cidadão dependente ressaca.

A sustentabilidade das PME e a bonificação verde

A imposição de novos requisitos no setor financeiro é uma forma relativamente efetiva da CE endereçar esta mudança verde com abrangência transversal a todo o setor empresarial.

Digitalização de despesas acelera o crescimento das empresas

As empresas que automatizam a gestão de despesas têm imediatamente a oportunidade de abordar as coisas de forma diferente, capacitando os colaboradores para uma gestão inteligente das despesas.

Orçamento e liderança no crescimento económico

Baixar a dívida pública não é uma medida de esquerda ou direita. É uma medida de boa gestão orçamental, que permite gastar menos em juros e serviço da dívida pública. Todos saem a ganhar.

Os 10 melhores depósitos a prazo para 2022

Quer pôr o seu dinheiro a render, mas sem riscos acrescidos? Conheça os melhores depósitos a prazo do mercado e escolha o certo para si.

Quer saber quando prescreve uma dívida? Conheça aqui todos os prazos

A prescrição de dívidas pode variar entre os 6 meses e os 20 anos. Descubra, ao pormenor, quais os prazos de cada dívida.
Ver mais artigos