Lee Jae-Yong

Herdeiro da Samsung preso por corrupção

Lee Jae-yong foi condenado a cinco anos de prisão por ligações ao escândalo político que causou o impeachment da ex-presidente da Coreia do Sul.

Ex-presidente da Coreia do Sul interrogada em tribunal por suspeitas de corrupção

Park Geun-hye é suspeita de ter recebido doações no valor de 37,6 milhões de euros do herdeiro da multinacional sul-coreana Samsung, Lee Jae-Yong, em troca de favores de políticos.

Ministério Público sul-coreano acredita que presidente conspirou para obter subornos da Samsung

Os investigadores acreditam que Park Geun-hye e Choi Soon-sil terão feito um acordo para pressionar a Samsung e outros grandes conglomerados empresariais sul-coreanos a fazer doações a organizações relacionadas com a amiga da chefe de Estado.

Herdeiro da Samsung preso por escândalo político na Coreia do Sul

O vice-presidente da Samsung Electronics, Lee Jae-Yong, está em prisão preventiva devido a acusações de suborno relacionadas com um escândalo de corrupção política que provocou o ‘impeachment’ da Presidente coreana Park Geun-Hye.