Lloyd's

Britânicos que residem na União Europeia em risco de ficarem sem conta bancária no Reino Unido

Bancos como o Lloyd’s e o Barclays já notificaram alguns clientes de retalho avisando-os de que vão ficar sem contas bancárias antes ou quando acabar o período de transição do Brexit, que ocorre no dia 31 de dezembro.

Lloyd’s Bank de Horta-Osório eleito o melhor do Reino Unido pelo sétimo ano consecutivo

Banco britânico fechou 2018 com os lucros a crescerem 24%, para um valor superior a cinco mil milhões de euros, sob a liderança do banqueiro português.

Lloyds supera incerteza do Brexit e apresenta lucros 1,39 mil milhões de euros

O CEO do Lloyds, António Horta-Osório, mostrou-se “confiante” que, com o modelo de negócio do Lloyds, os investimentos delineados e a eficiência que tem, o banco irá conseguir distribuir mais valor aos acionistas e restantes stakeholders.

Lucros do banco britânico liderado por Horta Osório sobem 24% para 4.400 milhões de libras (5.064 milhões de euros)

Os resultado de 2018 são para Horta Osório a prova de como a “economia do Reino Unido provou ser resiliente com o emprego recorde e o crescimento contínuo do PIB britânico, embora as perspetivas de curto prazo para permaneçam incertas [por causa do Brexit]”.

Novo plano estratégico do Lloyds prevê cerca de mil despedimentos

Nova estratégia do grupo bancário britânico, cujo presidente executivo é o português António Horta Osório, prevê o corte de cerca de mil postos de trabalho. Funcionários já foram informados sobre o plano de despedimentos.

Lloyd’s Bank ‘corta’ 325 postos de trabalho no Reino Unido

Entidade cessará as operações nos locais escolhidos entre julho e outubro.

Brexit: Banca britânica vai ser submetida a rigoroso teste de stress

Teste de stress inclui o cenário de uma deterioração adicional da libra de 27% face a outras moedas, após a depreciação da divisa britânica desde o referendo do Brexit.

Se trabalhar na Lloyd’s, não beba: é proibido

Vários corretores de seguros contestam esta proibição, tendo em conta que no mercado de seguros é frequente contactar cara a cara os clientes em pubs e restaurantes para fazer negócio.

Lloyds elimina mais 665 empregos e encerra 49 agências

O banco britânico Lloyds eliminou mais 665 empregos e encerrou 49 agências no âmbito de um plano de corte de custos iniciado há dois anos, referiu hoje em comunicado o sindicato que representa os seus trabalhadores.
Ver mais artigos