montepio

Gráficos da semana no “Mercados em Ação”. “A banca será o sector mais interessante de acompanhar este ano”

Veja os destaques na rubrica “Gráficos da Semana”, da responsabilidade de Marco Silva, consultor de estratégia e investimento, no programa que contou com a análise de Miguel Gomes da Silva, head of treasury and trading do Montepio.

Fed ou BCE: que política monetária será mais eficaz? Ouça o podcast do JE “Mercados em Ação”

O que esperar da política monetária da Fed para os próximos anos e que impacto terá as medidas do BCE no combate à inflação? Miguel Gomes da Silva, head of treasury and trading do Montepio, analisa estes e outros temas neste podcast do JE.

Fed ou BCE: que política monetária será mais eficaz? Veja o “Mercados em Ação”

Acompanhe o “Mercados em Ação” no site e nas redes sociais do Jornal Económico. E reveja-o através da plataforma multimédia JE TV.

Montepio nega ter praticado infração apesar do pedido de clemência no “cartel da banca”

A Autoridade da Concorrência aplicou coimas, a doze bancos, num valor superior a 225 milhões de euros, tendo dado como provada a troca, entre os visados, de informação sensível, durante mais de dez anos (de maio de 2002 a março de 2013), relativa aos preços a praticar nos créditos à habitação, ao consumo e às empresas, nomeadamente com partilha de tabelas de ‘spreads’ a aplicar aos créditos a clientes, bem como sobre os valores de produção mensal, o que consubstancia uma prática concertada entre concorrentes.

Tribunal confirma condenações decididas por BdP a Montepio e administradores, incluindo Tomás Correia

O Banco Montepio terá de pagar 500 mil euros após a coima única de um milhão de ter sido suspensa a metade pelo período de 15 meses. Já Tomás Correia, ex-presidente do banco da Mutualista Montepio, terá de pagar 187,5 mil euros segundo o acórdão do Tribunal da Relação, a que o JE teve acesso.

Bancários marcam protesto para 13 de julho contra despedimentos

Sindicatos dos bancários anunciam manifestação, na próxima semana, à frente da Assembleia da República contra despedimentos. Entre 2009 e 2019, os bancos que operam em Portugal reduziram quase 13 mil trabalhadores. Sindicatos alertam que só em 2020, foram cortados 1.200 postos de trabalho apenas nos cinco principais bancos, estando na calha uma nova vaga de despedimentos no Santander Totta e no BCP.

SNQTB vai discutir programas de rescisões por mútuo acordo no Montepio e Santander

Depois do anúncio do Montepio de que deverá rescindir com 900 trabalhadores nos próximos três anos, agora é o Santander que avança com um programa do género, depois de ter absorvido vários trabalhadores de outros bancos que foi adquirindo ao longo dos anos.

Fusão falhada

Os desafios que a banca portuguesa tem pela frente irão originar operações de aquisição, mas os gestores devem ter sempre em conta a estabilidade de longo prazo.

Tempos duros para a banca

Em Portugal, para já, apenas foi noticiada a eventual inclusão do Montepio no Millennium bcp. Uma informação que os responsáveis de ambos os bancos já negaram.
Ver mais artigos